Os acidentes com aeronaves estão cada vez mais frequentes em nosso país. O acidente mais grave, sem dúvidas, foi o que vitimou os jogadores do time da Chapecoense. A queda, porém, não aconteceu em território nacional, porém, as vítimas eram, praticamente, todas brasileiras. Após esse acidente, vários outros foram registrados. Um dos últimos acidentes registrados ocorreu no estado de Minas Gerais. Um grupo de amigos decidiram fazer um passeio de helicóptero, todavia, não poderiam imaginar que o passeio se transformaria em um grave acidente. A aeronave caiu com 4 pessoas a bordo. Um dos passageiros conseguiu gravar o exato momento da queda.

O acidente aconteceu no domingo (22), na cidade de Capitólio, Minas Gerais.

Publicidade
Publicidade

Um grupo de amigos saíram do Rio de Janeiro para conhecerem a Região do Lago de Furnas, na Hidrelétrica de Furnas. Em entrevista ao “Fantástico”, os turistas disseram que havia várias pessoas aguardando para dar fazer um passeio de helicóptero. Uma das vítimas disse que, antes de embarcar, chegou a perguntar para o piloto se aeronave conseguiria levar os 3 amigos. “Eu sou pesadinha”, brincou a turista com piloto do helicóptero. Ele disse que achava que não ia dar problema, porém, iria fazer um teste, caso desse problema, voltaria com os amigos para o solo.

Segundos após o helicóptero levantar voo, pode-se observar uma lâmpada de emergência se acendendo no painel. A luz se apagou, porém, logo em seguida, voltou a acender. Nesse instante, o helicóptero começou a perder altitude, e acabou caindo na margem do lago.

Publicidade

Nas gravações feitas pelos passageiros, é possível ver o desespero do piloto. “Senhor Jesus!, Senhor Jesus!”, disse ele no momento da queda. Segundo o “Fantástico”, a aeronave não tinha autorização para fazer voos panorâmicos. Ela poderia realizar somente voos particulares.

Um dia após a queda, o dono da aeronave foi ao hospital para visitar as vítimas. Durante a visita, o homem fez algumas propostas para que não respondesse criminalmente pelo acidente. Ele pediu que às vítimas que dissessem em depoimento que seriam amigos dele e que não estava cobrando para o passeio. A história seria uma forma do homem se livrar das responsabilidades pelo acidente. Toda a conversa foi gravada pelos turistas e mostrada para a equipe do ‘Fantástico”. #Acidente aéreo