A #Globo parece estar dispensando os antigos de casa em seu Departamento de Jornalismo. Agora é a Globo News quem dá as caras para #Demissão. Bianca Ramoneda, jornalista, escritora e atriz, foi dispensada depois de 18 anos de trabalho, sendo uma das mais antigas da casa. Desde 2015 apresentava o programa "Ofício em Cena", em que entrevistava expoentes do cenário cultural, cinema, TV e artes.

Ao site de notícias UOL, a #Apresentadora disse que a Globo News decidiu não renovar seu contrato e ela estaria oficialmente desligada do canal de notícias. Finaliza dizendo que vida que segue: "São 18 anos de casa".

A multitarefas Bianca é formada em Artes Cênicas e Jornalismo.

Publicidade
Publicidade

Estreou no canal de notícias da TV paga em 1998. Ela lembra que na época apresentou o programa "Starte", de cultura e arte, sendo o primeiro programa gravado em alta definição.

Dentro do "Starte" , Bianca chegou a apresentar uma série de entrevistas com os personagens mais destacados da dramaturgia no Brasil. Nomes como Lima Duarte, Walmor Chagas, Fernanda Montenegro e Bibi Ferreira passaram "pelas mãos" de Bianca.

Ela disse que agora vai se dedicar ao teatro, que as boas relações com o canal pago serão mantidas e que espera novas oportunidades no jornalismo. "É uma nova fase e estou aberta à vida".

A jornalista afirmou que o programa "Ofício em Cena", onde atuou por dois anos entrevistando artistas de cinema, teatro, TV, diretores, cineastas entre outros expoentes, não mais irá ao ar.

Publicidade

Essa informação ela obteve internamente e credita parte de sua demissão a esse fato.

Outras demissões no Departamento de Jornalismo

Bianca não foi a única a fazer parte da estatística de demitidos da emissora. Luís Ernesto Lacombe, que estava trabalha na Globo desde 1997, passou por algo inusitado. Ele se despediu dizendo que iria entrar de férias, mas na verdade tinha sido demitido. No final do ano de 2016, Bruno Laurence também não teve o contrato renovado.

As cúpulas dos canais Globo e GloboSat não confirmam os motivos das demissões. Colegas dizem ser "renovação de quadros" e "enxugamento".