A segurança das crianças na #Internet continua gerando debate, pois os pequenos internautas estão desprotegidos. O pior é que eles passam cada vez mais tempo navegando e muitas vezes, sem o monitoramento dos pais. Na última sexta-feira (dia 13), uma menina de 10 anos fez um estranho pedido à tia e ela então resolveu verificar o Facebook da sobrinha para tentar entender o que estava acontecendo. Foi então que a mulher ficou chocada com o que viu.

A menina estava conversando pelo Facebook com alguém que se dizia ser funcionária do SBT e tinha criado o perfil "Larináticas Manoela". A falsa funcionária da emissora de Silvio Santos até já tinha convidado a sobrinha para ir conhecer a atriz #Larissa Manoela.

Publicidade
Publicidade

Para conseguir ver a atriz ao vivo, a menina precisaria participar de um sorteio e as interessadas deveriam enviar uma foto onde aparecessem com um shortinho bem curto. A mensagem dizia ainda que a criança vencedora ia ganhar vários brindes e o principal: uma viagem com tudo pago para conhecer Larissa Manoela.

A falsa funcionária do SBT disse ainda na mensagem que se a menina não tivesse um shortinho, poderia tirar a foto só de calcinha e se quisesse, até poderia conversar com ela por vídeo e explicar melhor como funciona.

Foi quando a menina pediu um short à tia, que achou estranho e foi verificar o que estava acontecendo. Imediatamente ela bloqueou o perfil da sobrinha, explicou à criança os riscos que ela corria e denunciou o perfil, que já foi retirado do Facebook.

Os adultos precisam tomar muito cuidado com as crianças quando elas estão na internet.

Publicidade

Para te uma ideia do risco que as crianças estão correndo, basta lembrar que os adultos muitas vezes são vítimas de bandidos na internet e acabam tendo o computador ou celular infectado por um vírus por acreditar em um e-mail ou mensagem que promete um prêmio, um celular ou algo incrível.

A curiosidade e a vontade de se dar bem fazem clicar em links que causam grandes transtornos. E se os adultos acabam sendo vítimas de bandidos na internet, imagine as crianças que ainda não têm maldade para discernir os golpes virtuais.

O importante é sempre conversar com as crianças, procurar saber quais sites visitam, com quem conversam, mas sem pressionar, ou fiscalizar, mas sempre mostrando que o mundo virtual, assim como o real, é cheio de perigos. Por isso, é preciso ficar sempre atento. #Pedofilia