Líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago, sofreu um atentado na manhã deste domingo (8), no Brás, na Zona Sul de São Paulo. Enquanto ministrava, um homem não identificado se aproximou pelas costas e o esfaqueou duas vezes no pescoço. Mesmo ferido, o ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus queria continuar o culto normalmente.

No momento do #Ataque, o culto estava sendo transmitido ao vivo para todo o país. Ele foi socorrido, passou por uma cirurgia, levando 25 pontos e passa bem. O rapaz que cometeu o atentado foi preso em flagrante e levado para o 8º Distrito Policial. O agressor era um fiel que frequentava o templo constantemente e teria tido uma discussão com o pastor há 2 semanas atrás.

Publicidade
Publicidade

Desde o ocorrido, os frequentadores continuaram no local à espera de informações. Em vídeo postado por Juliana Santiago, filha do apóstolo, em suas redes sociais, onde aparece ao lado da esposa e com a voz afônica, esclareceu o ocorrido, pediu orações e disse que perdoa e abençoa o suspeito. Santiago conta que estava acabando de ouvir um testemunho, entrou alguém por atrás e o atacou.

O líder religioso declara que não viu o objeto em questão e não sabe ao certo se era uma faca ou uma navalha. Ainda, enfatizou que só morremos quando Deus quer. Em lágrimas, afirma que Deus o livrou de mais uma e que contará esse livramento em seu próximo livro. O estado de saúde de Santiago é estável, porém ficará de observação nos próximos dias.

Valdemiro Santiago atuou por 18 anos como bispo da Igreja Universal do Reino de Deus e após desentendimento com a liderança foi “expulso” em 1997.

Publicidade

Fundou a Igreja Mundial em 9 de março de 1998, atualmente tem mais de 4,5 mil templos divididos por todo o Brasil, além de outros países. Em agosto de 2008, fez uma parceria com o Grupo Bandeirantes e ficou conhecido por conta dos programas de televisão de sua igreja e de diversas polêmicas envolvendo seu nome, como por exemplo, proibir seus fiéis de consumir marca de maionese, alegando que a marca teria ligação com o inferno. #Religião