Nessa semana, o ex-jogador de futebol deu o que falar em fotos em que aparece extremamente abaixo do peso. Em algumas das imagens, o Senador do Rio de Janeiro está praticamente irreconhecível. Muitos fãs, inclusive, chegaram a acreditar que ele está com uma doença na grave. No entanto, o ex-atleta fez um polêmico procedimento para se livrar da diabetes. Mesmo não sendo obeso, ele fez a famosa cirurgia bariátrica, que ajuda pessoas a perderem muitos quilos. A questão é que Romário não tinha muitos quilos a perder. De acordo com o CFM, que é o Conselho Federal de Medicina no Brasil, o tipo de cirurgia feita pelo Senador não é regulamentada no país.

Publicidade
Publicidade

O procedimento para ser realizado quando a pessoa, sem problema nenhum de saúde, tem Índice de Massa Corporal (IMC) acima dos 40.

Quando a pessoa tem uma doença, como diabetes ou pressão alta, estabelece que esse índice possa permitir a cirurgia quando chegar a 35. Há muitas pessoas gordinhas que chegam a ganhar peso para passar pelo procedimento, na esperança de no futuro perder aquela gordurinha indesejada. O peso de #Romário antes da cirurgia era de 80 Kg. Considerando a altura do jogador, ele tinha IMC de 28, bem abaixo do que é permitido para esse tipo de cirurgia. Em entrevista sobre o tema, Ricardo Cohen, que coordena o Centro de Obesidade e Diabete do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, informa que esse tipo de cirurgia a qual Romário fez não é aconselhada, pois não teria comprovação de que ela trairia algum resultado.

Publicidade

O médico de Romário, Áureo de Paula, defendeu a realização do procedimento. Mesmo sendo criticado, ele disse que, quando o ex-jogador esteve em seu consultório, o peso dele não era referente a um IMC de 28, mas sim de 31 e que, acima de 30, quando o paciente tem uma doença como o diabetes, é aconselhável sim passar pela cirurgia. Foi o que aconteceu, por exemplo, com o apresentador Fausto Silva, da Rede Globo de Televisão.

Na sua opinião, Romário fez certo em passar por uma bariátrica? Deixe seu comentário. Ele é sempre importante!