Foi ao ar, na noite de ontem, 08, o Golden Globes 2017 (#Globo de Ouro 2017). A 74ª edição da premiação estava mais diversificada do que nunca, com artistas de várias partes do mundo. Apresentado por Jimmy Fallon, o Globo de Ouro trouxe o melhor que o cinema e a TV proporcionou para o público. O grande destaque da noite, sem sombra de dúvidas, ficou por conta da atriz #Meryl Streep, que após ser homenageada com o prêmio Cecil B. DeMille, subiu ao palco e discursou para o público. Defensora da campanha de Hillary, lógico que não ia faltar críticas a Donald Trump.

Depois de ser homenageada, Meryl iniciou seu discurso criticando Trump.

Publicidade
Publicidade

A artista relembrou uma "brincadeira" feita pelo presidente antes de sua campanha, onde ele imitou um repórter incapacitado. "Foi nesse momento que a pessoa que pediu para ocupar o lugar mais importante em nosso país imitou um repórter incapacitado. Alguém que ele superou em privilégio, poder e capacidade de lutar. Isso partiu meu coração quando eu vi e ainda não consigo tirar isso da minha cabeça porque não estava em um filme, era vida real". Discursou a artista. E não parou por ai. "Esse instinto de humilhar, quando é modelado por alguém na plataforma pública, por alguém poderoso, infiltra na vida de todos, porque dá permissão para que outras pessoas façam a mesma coisa. Desrespeito convida desrespeito, violência convida violência. Quando os poderosos usam sua posição para intimidar todos nós perdemos", encerrou Meryl.

Publicidade

Rápida resposta de Trump

Depois do discurso da artista na premiação, Donald Trump não demorou muito para lançar sua resposta. Através do Twitter, o presidente criticou as palavras da atriz, citando que a mesma não o conhecia para falar aquelas coisas, e que, em momento algum, ele quis humilhar o repórter. Não só no Twitter, mas também em uma entrevista no The New York Times, Trump falou que não estava surpreso ao ser atacado na premiação, já que ele não é muito popular entre os artistas. "Não estava gozando com ninguém. Apenas questionei um repórter que a certa altura mudou a sua história e ficou nervoso. As pessoas continuam dizendo que eu estava gozando com a sua deficiência. Como se Meryl Streep conseguissem ler a minha mente, mas não fiz nada disso", afirmou na entrevista.

No Twitter, ele deu continuidade a sua defesa. "‘Aficionada’ por Hillary, que perdeu. Pela centésima vez, eu nunca ‘zombei’ de um repórter incapacitado (nunca faria isso), mas simplesmente o mostrei …".

“Meryl Streep, uma das atrizes mais supervalorizadas em Hollywood, não me conhece, mas me atacou ontem à noite no Globo de Ouro.

Publicidade

Ela é uma…".

Pelo jeito, Donald nunca vai conquistar a simpatia dos artistas, e em fevereiro tem mais, com o Oscar 2017. Resta esperar o que irá acontecer. #Golden Globes 2017