MC Nego do Borel é conhecido pelas suas músicas de funk e também por estar no ar na novela 'Malhação'. Muito prestigiado, ele participou ainda do quadro 'Dança dos Famosos', exibido dentro do 'Domingão do Faustão'. No entanto, Borel entrou em uma polêmica nas redes sociais, pois se apresentou em um famoso baile funk no Morro do Turano, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A tal casa de show popular virou notícia nessa semana, quando mais de dez bandidos, fortemente armados, ostentaram seus equipamentos usados para impôr o medo e matar. Além de uma foto do cantor no tal baile, um cartaz de divulgação o anuncia no espaço.

O músico, pelo menos até a publicação dessa reportagem, ainda não havia se pronunciado pessoalmente sobre essa polêmica em sua carreira.

Publicidade
Publicidade

No entanto, os seus empresários comentário a performance de Borel. Eles disseram que o famoso ficou pouco tempo no local e que não chegou a ver nenhum criminoso fortemente armado. O MC teria apenas ido à festa para dar uma "canja", que é cantar uma ou duas músicas e ir embora. Veja abaixo um cartaz que mostra que o cantor realmente foi uma das atrações do polêmico baile funk:

O show foi realizado no domingo. Outros artistas também teriam participado da celebração. A festa de funk, que começou a tarde, terminou apenas na manhã de segunda-feira, 9, mostrando que os frequentadores do espaço tinham muita disposição. Borel teria, no entanto, segundo seus empresários, permanecido apenas quinze minutos na festa. Aos vinte e cinco anos, o MC, cujo nome real é Lenon Maycon, costuma se apresentar em comunidades, nas quais o #Crime impera, o que é comum no Rio de Janeiro.

Publicidade

Vídeo polêmico

A delegacia de combate às drogas diz que está investigando o caso e que, nas imagens que provocaram polêmica na web. Nelas, aparecem homens de fuzis e pistolas. Muitos deles já teriam sido identificados e agora são procurados pelas autoridades. Veja abaixo o vídeo com a gangue de criminosos mostrando o equipamento forte e que é usado costumeiramente em guerras.