Em uma entrevista concedida à revista Rolling Stones, Paris Jackson, filha do rei do pop, Michael Jackson, deu suas primeiras declarações oficiais e falou sobre a morte do pai, sua vida em Neverland, abuso sexual, drogas e tentativas de suicídio. Veja alguns trechos.

A adolescente, que hoje tem 18 anos, ficou mundialmente famosa depois do seu discurso no dia do funeral de seu pai, pois, antes disso, #Michael Jackson só permitia que seus filhos saíssem caso usassem máscaras para esconder a face dos fotógrafos. Ela relata sobre sua vida em Neverland, dizendo: ”Tínhamos aula todos os dias e éramos bem comportados. Se fôssemos bons, nós podíamos escolher, nos finais de semana, se queríamos ir ao cinema ou ver os animais no zoológico particular.

Publicidade
Publicidade

Mas se nós fôssemos mal comportados, não poderíamos fazer nada disso.”

Paris fez afirmações de que seu pai na verdade teria sido assassinado: ”Ele deixou pistas sobre as pessoas que estavam tentando pegá-lo, em um dado momento ele estava tipo: ’Eles vão me matar um dia’”. Paris falou ainda sobre as especulações a respeito da morte do pai. Ela acredita que uma organização superior tramou um assassinato. Afirma: ”É óbvio, todas as setas apontam isso, eu sei que soa como uma teoria da conspiração, mas todos os fãs de verdade e a nossa família sabem disso. Foi uma armação, foram os chefões”.

Paris tinha apenas 11 anos quando seu pai morreu devido a uma parada cardíaca causada por combinação de medicamentos controlados. Na época, o médico Conrad Murray foi condenado por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

Publicidade

Paris revelou ter sido estuprada aos 14 anos por um homem estranho e mais velho. Foi nesse momento em que ela entrou em depressão e tentou sucessivas vezes se matar. O caso tornou-se público em 2013, quando ela quase morreu, porém foi hospitalizada a tempo. Sobre isso, ela disse: ”Era só muito ódio, baixa autoestima. Eu pensava que não poderia fazer nada certo, que não era digna de viver.”

Ela chegou a tomar os mesmos medicamentos eu seu pai tomou, contudo, hoje não está mais em tratamento. Neste mesmo ano, Paris foi internada em uma clínica de reabilitação em Utah. Ela relatou: ”Eu estava louca, estava muito louca mesmo. Estava passando por uma fase difícil. Eu estava lidando com minha depressão e ansiedade sem nenhuma ajuda.”

Paris disse que hoje está sóbria, mas ainda fuma cigarros mentolados. Ela está namorando Michael Snoddy, de 26 anos, diz que tem desejo de começar de fato a ganhar seu próprio dinheiro como modelo. #Famosos #Celebridades