O leitor deve ter ouvido bastante nos últimos tempos que o Brasil vive uma crise sem precedentes. De fato, isso não deixa de ser mentira. Atualmente, o país tem um número recorde de desempregados, acima dos 12 milhões, o maior, desde que a série histórica nova foi criada, no ano de 2012. No entanto, dez nomes da televisão não podem reclamar de crise. Os salários deles são altíssimos e de dar inveja em qualquer um. Nesta segunda-feira, 02, o site TV Foco publicou uma lista com os nomes de 10 comunicadores da televisão brasileira. A maioria deles ganha quantias milionárias e olha que nessa lista não há nomes como o de Silvio Santos, que paga uma quantia simbólica a ele mesmo como salário.

Publicidade
Publicidade

O dono do SBT se dá cerca de R$ 1 milhão por mês, nem chegando ao perto do maior salário de sua emissora, que é o de Ratinho.

Carlos Massa, no entanto, também nem chega perto do maior salário da TV, que é o de Fausto Silva. Com um programa semanal, aos domingos e ao vivo, Faustão se mantém no horário há mais de 25 anos. Mas quanto será que ele ganha? A seguir, veja a nossa lista com 10 salários altíssimos da TV brasileira e que provam que a crise para eles passou batida.

Em primeiro lugar, quem aparece é mesmo Faustão. Ele recebe todos os meses da Rede Globo de Televisão cerca de R$ 5 milhões. É claro que o salário do comunicador já sofreu muitas alterações. Por conta da crise, ele caiu cerca de R$ 500 mil e nesses valores nem estão contados comerciais que o famoso faz na TV para marcas como a Pepsi, ou negócios próprios.

Publicidade

Faustão ganha 60 milhões de reais por mês. Considerando o tempo que ele está na TV, mesmo tirando os impostos, Fausto já seria ou estaria perto de virar um bilionário.

Em segundo lugar, com R$ 2 milhões mensais aparece Ratinho. Já #Fátima Bernardes ganha um pouco menos, cerca de R$ 1,5 milhão, mais que Ana Maria Braga, que atualmente desembolsa cerca de R$ 900 mil mensais. Luciano Huck, Gugu, Xuxa, Rodrigo Faro e Sabrina Sato ganham em torno de R$ 1 milhão. Já Eliana, um pouco menos, R$ 800 mil mensais. Dá para o gasto, né?