O 'Big Brother Brasil', edição número dezessete, começou com tudo. Nesta terça-feira, 24, os demais participantes da casa mais vigiada do Brasil entraram no reality show e começaram a fazer parte da disputa por R$ 1,5 milhão. Uma sister em questão, no entanto, dividiu opinião do grande público. Gabriela Flor parecia não estar muito feliz de estar no confinamento e fez caras e bocas de que não estava bem. Mais tarde, ela garantiu que não estava se sentindo bem, estava com fome, pois a produção a deixou muito tempo sem comer e que naquele momento não era o melhor para ela.

O público não gostou tanto desse comportamento da sister, que já é uma das mais odiadas das redes sociais.

Publicidade
Publicidade

No entanto, isso não significa que ela mereça ser vítima de qualquer preconceito. Antônio, um dos gêmeos, por exemplo, não para de se queimar ao falar besteiras na casa. Na manhã desta quarta-feira, 25, por exemplo, ele disse que a sister, por ser da Bahia, “deve ser macumbeira”. A jovem também mostrou um turbante e desagradou Mayara. Ela disse que já pensa em colocar a gata no paredão. Segundo o participante, sua rival é muito forçada e, por enquanto, é a única pessoa de quem não foi com a cara na casa do BBB.

Em seguida, Mayara disse que, caso Gaby Flor reclamasse de alguma coisa com ela, iria ouvir que necessitava "alisar o cabelo crespo". A frase com tom racista fez a web, que até então não estava gostando tanto da sister passar a defendê-la. Afinal, em menos de vinte e quatro horas, ela sofreu preconceito religioso e racismo, por conta da cor de sua pele.

Publicidade

É bom lembrar que ambos, no Brasil, são considerados crime de média gravidade e podem gerar até prisão. A sister, assim que sair da casa, pode até fazer o caso se tornar um registro policial. Ela ainda não sabe dos ataques por conta da sua cor de pele.

Na sua opinião, fatos que acontecem dentro de um reality show devem ser levados à polícia? Não esqueça de deixar seu comentário. Ele é sempre muito importante para todos nós e ajuda a estabelecer o diálogo. #BBB Big Brother Brasil