A internet está sendo um meio onde muitos crimes estão sendo divulgados. Através dela, as pessoas acabam cometendo delitos que impressionam. Até mesmo #Famosos são vítimas do mundo online. No Brasil, nomes como Deborah Secco e Bruno Gagliasso, por exemplo, já foram ameaçados de morte no mundo online. No entanto, nenhum deles supera o que um ator americano acabou cometendo nessa semana. De acordo com informações do site 'Los Angeles Times', o ator de filmes americanos, Fredereick Jay Bowdy, de trinta e três anos, acabou cometendo suicídio. Ele que já tinha uma carreira extensa em Hollywood decidiu exibir a própria morte, ao vivo, em tempo real no Facebook.

O site explica que o ator deu um tiro na própria cabeça.

Publicidade
Publicidade

O vídeo da ação, é claro, chocou muita gente. Fredereick era acusado de agredir uma mulher e foi preso no dia 20 na cidade de Santa Clarita, no estado da Califórnia, mas dias depois pagou uma fiança de 100 mil dólares e deixou a cadeia. Já em liberdade e se dizendo inocente, o ator se disse cansado por tantas mensagens ofensivas e usou a internet para se pronunciar. Ninguém esperava, no entanto, que o vídeo, ao vivo, fosse terminar no suicídio dele. Em entrevista ao Los Angeles Times, o responsável pela investigação da morte, sargento Janice Banks, contou que a polícia apenas ficou sabendo do crime, após o homem atirar contra a própria cabeça.

Um dos usuários do Facebook, que acompanhou a morte ao vivo, deu uma entrevista ao 'Daily News'. Meco Harden chamou o suicídio de perturbador. Ele revela que o ator estava chorando muito e sua morte o deixou realmente chocado.

Publicidade

O vídeo acabou sendo excluído da rede social após a morte. A medida acontece para tentar evitar que novas pessoas venham a fazer o mesmo. O Facebook disse que suas equipes trabalham vinte e quatro horas para identificar que tipo de conteúdo é contrário às normas da rede social e que o vídeo do ator se matando era um deles.

Esse não é o único caso no mundo de pessoas que cometeram tal ato nas redes sociais.