De braços abertos com a amada. A cena entre Rose e Jack ficou eternizada no maior sucesso do cinema do século XX. Titanic é até hoje o filme com mais ingressos vendidos e também o maior vencedor de Oscars. Ele levou onze estatuetas. Considerado um marco do cinema, a história arrebatadora é inspirada em fatos rais, pelo menos, quando o assunto é o naufrágio mais polêmico da história. Há 105 anos, no dia 15 de abril, afundava o Titanic. O maior transatlântico da época fazia sua viagem inaugural e ia da Inglaterra para Nova York, nos Estados Unidos. Mais de 1500 pessoas morreram na tragédia. A maioria das mortes foi ocasionada porque, de fato, os criadores do barco não acreditavam que ele fosse afundar.

Publicidade
Publicidade

Por isso, economizaram nos botes salva-vidas. Para deixar os corredores mais bonitos, a segurança foi deixada de lado e o navio que nem Deus poderia afundar, afundou.

Até então, acreditava-se que o navio havia afundado porque bateu em um enorme iceberg no oceano Atlântico. No entanto, após anos de pesquisas, um documentário sobre o navio descobriu que a batida no gelo, por si só, não teria sido capaz de levar o transatlântico para debaixo dos sete mares. A conclusão foi feita, após os pesquisadores terem acessos a fotos. Uma parte do casco do navio, cerca de vinte dias antes da viagem, sofreu um grande incêndio. Essa parte foi justamente a que bateu no iceberg. Um espaço de mais de vinte metros teria pego fogo. Isso, segundo engenheiros, deixa a estrutura mais fina. Uma batida em um casco novo, provocaria um buraco, mas bem menor, o que faria com que o transatlântico talvez nem afundasse.

Publicidade

Na pior das hipóteses, o navio que sumiu do mapa em pouco mais de uma hora, demoraria mais um bom tempo para sumir dos mares. Navios que estavam próximos poderiam chegar e mais gente ter se salvado. Então porque ninguém abordou o incêndio aos passageiros? Um dos motivos é que ninguém queria atrasar a viagem inaugural do navio, que foi manchete dos principais jornais da época. Que coisa, não? #Famosos