O problema é na cidade de São Paulo, mas acabou sendo assunto de debate para o país inteiro: a pichação! Uns concordam, outros discordam e têm aqueles que ainda não possuem opinião formada. A confusão toda começou com o prefeito de São Paulo, João Dória, impor a lei contra os pichadores, para revolta de muitos e alívio de outros.

E a #Polêmica é tão grande que os internautas voltaram com um #Vídeo que circulou em 2014, quando o cantor Rogério Flausino, vocalista do #Jota Quest, aparece no "Altas Horas" detonando os pichadores. Serginho Groisman ficou na maior saia justa para contornar a situação.

O apresentador mostrou uma matéria sobre pichadores que procuravam justificar seus atos.

Publicidade
Publicidade

Flausino resolveu opinar e já foi logo detonando: "Esse vídeo aí não me acrescentou absolutamente nada! Só consegui ter a certeza que são uns idiotas".

Essa participação do Jota Quest no "Altas Horas" foi em maio de 2014, e naquela ocasião, a declaração de Rogério Flausino dividiu opiniões, mas depois de algum tempo, acabou sendo esquecida. Mas agora, com o prefeito de São Paulo tendo declarado guerra à pichação, os internautas trouxeram de volta a declaração do cantor.

A prefeitura de São Paulo já apagou vários desenhos na avenida 23 de Maio e os pichadores já deram início a uma onda de protestos, deixando mensagens contra João Dória em vários muros pela cidade.

Quando Flausino fez seu comentário no "Altas Horas", ele perguntou: "Quem vai limpar? Quem vai pagar para limpar?". A plateia do programa de Serginho Groisman aplaudiu, mas hoje, não é todo mundo que concorda com o vocalista do Jota Quest.

Publicidade

João Dória já anunciou a construção do "Museu de Arte de Rua", sendo que a primeira unidade ficará no Baixo Augusta e os espaços serão liberados a cada 3 meses para os grafiteiros. Com isso, a prefeitura espera colocar um ponto final na guerra contra os pichadores e acabar de vez com a polêmica criada, mas nem todo mundo é a favor do projeto.

Para essa primeira etapa, serão escolhidos 150 artistas, através de uma comissão que contará com a presença de especialistas no assunto. Os locais a serem grafitados poderão ser imóveis privados ou públicos, isso ainda será decidido, mas desde já fica claro que somente os espaços autorizados poderão receber a arte.