Na virada de 1999 para 2000, a paulistana Joana Prado, junto de Susana Alves que vivia Tiazinha, era um super cobiçado símbolo sexual. Havia alcançado o posto graças a sua aparição, no segundo semestre de 1998, no programa H, da Rede Bandeirantes, voltado para o público adolescente. Com cabelo platinado e corpo bronzeado artificialmente, todas as noites, no horário nobre, ela se apresentava por cinco minutos na pele de uma personagem batizada de Feiticeira.

Usando biquínis cavadíssimos e um véu que cobria metade do rosto, ela dançava para as câmeras e rebolava para jovens sentados no auditório. Vestida como uma odalisca, ela tinha a função de “mimar” os garotões que participavam de pequenas competições se saíssem vencedores.

Publicidade
Publicidade

O prêmio era um momento com a Feiticeira, que ia desde uma dança sensual até acariciar seus pés ou a nuca, servir cachos de uvas com os dedinhos até longas massagens ou selinhos na boca aplicadas pela moça. Em dezembro de 1999, tornou-se a mulher que mais vendeu exemplares na história da revista masculina Playboy ultrapassando a marca de 1.200.000.

Fez outros dois ensaios para a revista. O segundo em agosto de 2000 como Joana Prado realizando a fantasia dos fãs em ve-la sem o véu e o terceiro e último em Abril de 2002 em companhia de seu namorado (hoje casados) Vitor Belfort. Trabalhou no programa da Rede Bandeirantes em todas as fases do programa até a sua extinção em 2002. Nessa época fez parte da segunda edição da "Casa dos artistas" no #SBT.

Veja fotos da Joana Prado nos tempos do programa H:

Joana Prado está longe dos holofotes há alguns anos, mas ela ainda tem dificuldades em falar de seu passado na TV.

Publicidade

Em entrevista recente ao "Programa do Gugu", ela relembrou sua personagem Feiticeira e disse que não gostava de interpretá-la: "Nos primeiros programas, quando o Luciano [Huck] me chamava, eu entrava perdida. Eu era uma menina também. Quando voltava, ia pro camarim e chorava de soluçar! Eu ouvia o que eu queria e o que não queria. Aprendi a administrar, mas me fazia mal".

Hoje, Joana mudou sua vida completamente, abandonou o rótulo de sex symbol e se tornou, como ela própria já disse em entrevistas, “literalmente uma dona de casa”. O casal Joana e Belfort vivem desde 2011 nos Estados Unidos e ela não pensa em voltar para a televisão: “Não penso em voltar, minha prioridade é educar meus filhos e cuidar do Vitor. Já me fizeram um convite para um programa na Bola TV (site relacionado à igreja Bola de Neve), mas não é minha prioridade”, conta, antes de brincar. “Eu estou com a minha família 24h por dia, educo e ainda assim eles fazem tudo errado. Como seria sem mim?”. Joana e Vitor têm três filhos: Davi, Vitória, e Kyara.

Publicidade

E, segundo a mãe, já é o bastante.

A ex "Feiticeira" completou 40 anos em 2016 e revelou: "A maturidade da Joana dos 40 anos sem dúvida é muito melhor do que a de 20 anos atrás. Mas o corpo de 20, não troco pelo dos 40", disse em entrevista ao jornal "Extra". Apesar de a declaração sugerir que Joana não encara bem a chegada dos 40 anos, ela garante: "Estou super feliz e realizada, no caminho certo.

Veja imagens de Joana e sua família nos dias atuais:

Apesar de não se expor muito nos dias de hoje, deu pra perceber que Joana continua muito bonita. #Band #celebridades