Muitos acham que somente pessoas comuns enfrentam problemas com a justiça, porém, os #Famosos também passam por seus altos e baixos. A maioria, apesar de não demonstrar na frente das câmeras, já passou por “maus bocados” e teve que enfrentar a justiça ao longo de sua vida.

Separamos alguns famosos que foram presos e, provavelmente, você não sabia.

1 – Wesley Snipes

O ator ficou conhecido na indústria cinematográfica por fazer diversos papéis de grande destaque, e filmes como “Blade, o Caçador de Vampiros” e “ Os Mercenários”. Porém, como qualquer pessoa comum, o ator não está acima da lei e acabou enfrentando problemas relacionados a impostos federais.

Publicidade
Publicidade

Ele foi preso por sonegação de impostos.

2 – Christian Bale

Conhecido por interpretar o morcego mais famoso de Gotham City, Christian demonstrou sua outra face, ao ser preso por cometer violência doméstica contra sua própria mãe e irmã. Se o herói tem “pinta” de bonzinho no cinema, na vida real a história é bem diferente.

3 – Charlie Sheen

Um dos comediantes mais conhecidos internacionalmente, Charlie Sheen vive tendo problemas com a justiça. O ator é responsável pelo papel de destaque na série “Dois Homens e Meio” (Two and a Half Men), em que interpretava um solteiro que está sempre de bem com a vida, chamado “Charlie Harper”.

Publicidade

Em um de seus famosos casos, ele foi preso acusado de uma briga doméstica e chegou a frequentar centros de reabilitação, por causa de problemas envolvendo bebidas.

4 – Mel Gibson

O ator e produtor cinematográfico Mel Gibson, conhecido por papeis famosos como o do sargento Martin Riggs de “A Máquina Mortífera”, também teve problemas com a justiça. Em um ocasião, Mel foi pego dirigindo bêbado e acabou sendo preso. Posteriormente, também enfrentou problemas por causa de uma briga com sua namorada, Oksama Grigorieva.

5 – Jane Fonda

Quem acha que apenas os famosos da atualidade acabam cometendo crimes está completamente enganado. Jane Fonda, uma atriz famosa dos anos 70, foi presa por chutar um policial durante um protesto. A moça, além de protagonizar esse delito, também foi acusada de portar “pílulas” proibidas durante uma vistoria.

Não precisa ser pobre para cometer crimes, pois cada pessoa tem uma escolha em sua vida. O que importa, de verdade, é a capacidade de diferenciar o bem do mal. #Polêmica #Casos de polícia