O #The Voice Kids, reality musical da TV #Globo, que tem gerado boa audiência ao canal, pode sofrer alguma alteração em seus jurados, que são a dupla sertaneja #Victor e Leo, Carlinhos Brown e a cantora Ivete Sangalo.

Victor, foi acusado de agredir sua esposa, que está grávida de quatro meses, e pode sofrer uma punição da emissora por isso, já que o programa é voltado para crianças e adolescentes que sonham em brilhar no mundo da música. As informações são da jornalista Keila Jimenez.

A denúncia também foi noticiada pela TV Globo e nos corredores da emissora, todos estão preocupados com o quanto isso pode afetar a imagem do programa musical, já que Victor coordena um grupo de crianças.

Publicidade
Publicidade

Nas redes sociais do programa e da dupla, existem centenas de críticas de pessoas revoltadas com o ocorrido, dizendo que o cantor chora ao lado de crianças, mas tem a coragem de bater na mulher grávida. O silêncio do cantor e de sua assessoria acabam tornando a situação ainda mais alarmante.

No início do programa desse domingo, 26, o apresentador André Marques avisou que a emissora estaria apurando o caso e que o sertanejo pediu para se afastar do reality show musical, até que o assunto seja resolvido.

Caso a rejeição contra o programa se mantenha, por causa das críticas envolvendo Victor, a emissora pode exclui-lo do corpo de jurados, deixando só o seu irmão, Leo ou colocando outra pessoa para substituir os dois. A TV Globo disse que está acompanhando o caso e que só tomará uma decisão definitiva, depois que tudo for apurado e devidamente esclarecido.

Publicidade

Entenda o caso

Poliana foi até uma delegacia de Minas Gerais, na manhã de sexta-feira, 24, para fazer um boletim de ocorrência contra o marido, a cunhada e um segurança. Ele contou que durante uma discussão, o marido lhe jogou no chão e lhe desferiu alguns chutes. Para complicar mais a situação, a vítima foi impedida de sair do apartamento do casal, após a agressão. Quem impediu sua saída não foi apenas o marido, mas também a irmã do sertanejo e um segurança.

Por se tratar de uma mulher grávida, se as autoridades entenderem que houve agressão grave ou que poderia ter colocado em risco a vida da criança, o próprio Ministério Público pode oferecer a denúncia contra o cantor, mesmo sem a representação da vítima. Se entender que tudo não passou de um desentendimento de casal, fica a cargo de Poliana decidir se deixa o prazo decadencial vencer, ou se inicia ação penal contra o marido. Segundo a polícia, o motivo da agressão foi uma briga passional.

A assessoria do cantor ainda não se manifestou sobre o caso e a vítima tem evitado a imprensa, desde que o assunto tornou-se público.

Publicidade

A polícia civil ainda ouvirá Victor, sua irmã, o segurança e a própria vítima na próxima semana. Em virtude do feriado de carnaval, a delegacia só atenderá emergências, retornando ao expediente normal, após as 12h de quarta-feira, 1.

Poliana e Victor Chaves estão juntos desde 2014 e possuem uma filha de um ano e meio. A segunda gestação da moça foi anunciada há pouco mais de um mês.