A Polícia Civil de Goiás investiga o ex-BBB Rodrigo Carvalho, que trabalha em uma academia em Goiânia com um diploma supostamente falso de Educação Física, de uma faculdade que, na verdade, ele nunca estudou.

Agora, ele poderá ser condenado a cinco anos de prisão. O ex-BBB foi intimado e prestou esclarecimentos na última sexta-feira (10) no 4° Distrito Policial de Goiânia. Em depoimento, ele confessou tudo.

O ex-BBB foi enquadrado no artigo 304 do Código Penal, que versa sobre uso de documentos falsos. Também será investigado por exercer a profissão de um profissional de educação física de forma irregular.

O delegado Eli José de Oliveira explicou que Rodrigo abriu o jogo e confirmou tudo.

Publicidade
Publicidade

Ele disse que é natural do Rio de Janeiro e que encontrou alguém que vendia diploma falso da faculdade Universo.

Rodrigo Carvalho revelou que pagou a quantia de R$ 4.500,00 pelo diploma falsificado, porém, ele foi liberado e aguardará o julgamento em liberdade, pois não foi pego em flagrante. A polícia também escutou os representantes da Universidade e da academia. A pena pode varia de 1 a 5 anos.

O delegado afirmou que já estavam investigando Rodrigo Carvalho com suspeitas de que o diploma fosse realmente falso. Ele tentou se inscrever no CEF (Conselho de Educação Física), afirmou o delegado.

Em uma postagem no Instagram, Thais Machado afirmou que permanecerá firme ao lado do amado, dizendo também que quem o julga não conhece o tamanho do coração do ex-BBB. Foi nessa mesma postagem que ela escreveu: “Tenho dó do ser que acredita em tudo que vê e lê por aí, como disse esses dias, falar até papagaio fala e o lobo sempre será mau se você só escutar a versão da chapeuzinho”, concluiu Thais.

Publicidade

De acordo com o G1, uma funcionária da academia em que Rodrigo atuava como estagiário de educação física não soube informar se ele foi demitido ou não. A funcionária informou que os responsáveis legais pela empresa estavam em uma palestra e não poderiam dar maiores esclarecimentos naquele momento.

O delegado agora está investigando também quem vendeu o falso diploma para Rodrigo. #BBB Big Brother Brasil