A festa de entrega do Grammy, que aconteceu domingo (12), foi a 59ª cerimônia do prêmio. O evento foi realizado em Los Angeles, Califórnia, no Staples Center. Mas o que gerou muita fofoca e confusão durante a semana não foi o glamour da entrega do prêmio, mas um debate sobre racismo, por causa do duelo entre duas divas : Beyoncé e Adele.

"Existe um comitê secreto no Grammy, para poder tirar os votos de pessoas que queiram premiar artistas negros, como aconteceu com Beyonce", afirma Victor Willis, cantor original do Village People. Victor enviou uma carta ao presidente da Recording Academy, exigindo que sejam sinceros sobre a existência de um grupo clandestino e racista, que supostamente foi criado depois que Lionel Richie venceu Bruce Springsteen pelo álbum do ano de 1985.

Publicidade
Publicidade

Segundo Willis, o propósito do comitê é "Anular a decisão dos votantes do Grammy, caso o comitê não goste do escolhido para ganhar o prêmio nos quatro principais quesitos. Ele sugere claramente que existe o racismo dentro da escolha dos prêmios e continua sua carta com a pergunta "Só para sabermos, quantos afro americanos fazem parte do comitê?" e continua "Se certas pessoas que fazem parte do comitê, não gostarem da escolha dos que votaram, o comitê simplesmente anulará os votos e depois escolherão quem acreditam que deveria ganhar".

Pelo que parece, este comitê está autorizado a eliminar ganhadores indesejados, como foi com Milli Vanilli. Uma vez que as indicações estejam seladas, os que votaram têm a última palavra, isso é que deveria ser o certo.

Victor e vários outros artistas tinham certeza que Beyonce seria a grande vencedora da noite como álbum do ano, prêmio que foi dado a outra grande estrela Adele, que estava muito emocionada, pois minutos antes tinha recebido o Grammy na categoria de melhor musica: “Hello”.

Publicidade

Adele agradeceu aos fãs e fez um discurso emocionado, elogiando o álbum da concorrente, Lemonade, de Beyonce, que todos os críticos acreditavam seria a grande ganhadora da noite. Adele sem duvida é uma excelente interprete, mas era unânime, todos acreditavam que Lemonade seria o vencedor.

Beyonce não deu nenhuma declaração sobre racismo no Grammy, o site TMZ e o canal E! fizeram várias tentativas para falar com uma das duas divas, mas nenhuma delas deu nenhuma declaração. #Beyoncé