O #garoto-propaganda das "mil e uma utilidades" da #bombril foi dispensado após ficar 38 anos no ar. Carlos Moreno é o ator que representou a empresa em seus comerciais de 1978 a 2016. Durante estes anos foram inúmeras e divertidas propagandas. Carlos já se fantasiou de célebres personagens brasileiros e internacionais como a Monalisa, Gustavo Kuerten (Guga) e a ex-presidente Dilma Rousseff.

O ator, em entrevista ao site UOL, afirmou que a empresa passa por uma complicada situação e que o seu contrato não foi renovado por conta disso. Segundo ele, estão sendo feitos "cortes bem malucos" em toda a companhia. Carlos também afirmou que recebeu uma proposta de renovação, porém, os itens do acordo eram um tanto quanto "absurdos".

Publicidade
Publicidade

Por isso, ele a empresa chegaram ao consenso de que o término da parceria seria o melhor para ambos.

Espaço perdido nos últimos anos

Apesar do reconhecimento nacional como garoto-propaganda da Bombril, Carlos já havia perdido espaço nos comerciais dos últimos anos. Em algumas oportunidades, ele foi substituído por celebridades como a cantora Ivete Sangalo, a comediante Dani Calabresa e a atriz e apresentadora Monica Iozzi.

Recorde mundial em comerciais de uma marca

Desde que começou a representar a empresa em propagandas em 1978, Carlos acumula mais de 400 comerciais, seja fotográficos ou para televisão. Este número fez com que ele entrasse para o Guinness Book, o "Livro dos Recordes". Ele ficou no ar do início até 2004, quando ficou afastado, e voltou em 2006.

O ator ainda fez parte do elenco do Rá-Tim-Bum, programa infantil produzido pela TV Cultura e 1989.

Publicidade

Ele interpretava a personagem Euclides, que tinha uma cobra de estimação chamada Sílvia. Ele também trabalhou com Jô Soares e Paulo Silvino no quadro Rádio Cruzeiro do programa Viva o Gordo. Apesar das participações nestes dois programas, ele sempre teve a sua imagem vinculada à empresa.

As propagandas de Carlos Moreno marcaram diversas gerações. Relembre alguns dos principais momentos do garoto-propaganda:

#marketing