Como não é novidade para nenhum fã do #RBD, Christian Chavez assumiu sua homossexualidade em 2007, dois anos antes da última turnê da banda mexicana. Na mesma época, ele declarou, em entrevista, que chegou a perder vários trabalhos por ser homossexual.

O mexicano, que viveu no Brasil por um bom tempo e chegou a participar de um reality show musical do SBT, nunca teve problemas com sua orientação sexual e seus fãs de verdade, que também nunca se importaram com tal fato. Entretanto, sempre tem quem comente algo ou até tenha uma atitude discriminatória.

No começo do mês, o cantor dirigiu-se aos estúdios da Telehit, que é a proprietária da Televisa, produtora de novelas, para participar de um programa.

Publicidade
Publicidade

Christian contou que flagrou dois produtores falando de forma pejorativa sobre a sua vida sexual, inclusive, citando o relacionamento conturbado que o RBD teve no passado, que gerou processo judicial por agressões e que fez Christian tentar o suicídio em 2013, ocasião em que a também RBD, Anahi, o salvou, conforme foi amplamente divulgado pela imprensa mundial.

Christian comunicou aos fãs que cancelou uma entrevista que daria para um programa do canal, após passar pelo momento constrangedor.

Assista ao vídeo feito por Christian:

Em nota, a Tehehit pediu desculpas ao cantor pela situação constrangedora que viveu e garantiu que está tomando as devidas medidas para resolver a situação. Christian recebeu inúmeras mensagens de apoio de seus fãs, de diferentes partes do mundo.

O cantor é muito discreto e não gosta de se expor por conta de sua orientação sexual, mas sim pelo seu trabalho.

Publicidade

Nesse caso em especial, o astro disse que só decidiu gravar o vídeo, feito com um celular, para compartilhar com os fãs algo que o tinha deixado triste, pois ele tem se esforçado muito para ser reconhecido pelo seu trabalho e não ficar vinculado apenas à questão da sexualidade.

O novo single do cantor, Tóxico, é uma das canções mais baixadas das plataformas musicais de toda a América, chegando a ultrapassar as músicas Chantaje, de Shakira e Maluma, e Si o No, com Anitta e Maluma. Christian só não conseguiu, por enquanto, ultrapassar o fenômeno de Porto Rico Luis Fonsi com Daddy Yanke e seu Despacito, que seguem como a canção mais tocada da América e da Europa, nas últimas 4 semanas. #Christian Chavez #Homofobia