Muita gente estranhou o fato do 'sumiço' de Evaristo Costa do 'Jornal Hoje'. Na segunda-feira, 30, por exemplo, o colega de Sandra Annenberg não participou do telejornal exibido às tardes. Alguns fãs acreditavam que o repórter estava de folga, ou então que ganhou férias da Rede Globo de Televisão. No entanto, o que o fez sumir da Globo, na verdade, foi uma doença, que dependendo da extensão é considerada grave. Evaristo, como mostra uma reportagem do UOL, sofre de enxaqueca. Esse é um dos principais motivos para afastamento de funcionários de suas funções, assim como os problemas na coluna. O próprio Evaristo chegou a publicar uma imagem, na qual aparece com as mãos na cabeça, mostrando que realmente estava sentindo muita dor.

Um dia antes de Costa anunciar o seu afastamento, o 'Fantástico' já havia feito uma reportagem sobre o problema da enxaqueca, no Brasil.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a matéria exibida, metade das pessoas tem problemas de dor de cabeça constantes, mas nem todas chegam a ser enxaqueca, que é uma espécie de doença crônica, como a diabete e a hipertensão. Quem sofre com o mal, já sabe que em breve sofrerá novamente com as dores de cabeça. Costa chegou até a usar as redes sociais para tentar tranquilizar os milhares de fãs que torcem por ele. Veja o recado que Costa publicou no Instagram: "Pode falar de tristezas no Instagram também ou só de coisa boa? A enxaqueca me tirou do @jornalhoje", disse o jornalista na legenda da rede social, que ainda vinha acompanhada de uma foto dele com as mãos na cabela.

Não demorou muito para que a publicação do repórter chegasse as mais de 100 mil curtidas e 10 mil comentários. A maioria das pessoas lamentava a ausência do jornalista amado.

Publicidade

"Meu Deus, que triste. Estou na torcida para que você melhore logo", disse uma seguidora. A torcida dela adiantou. Nesta quarta-feira, 1, Costa já estava de volta à bancada do noticiário que o fez conhecido em todo o país.

E você, também tem problemas de dor de cabeça. Ela já fez você não conseguir trabalhar? Comente! #Evaristo Costa