A dupla de irmãs formada pelas cantoras Simone e Simaria emergiu no ano passado em grande sucesso por todo o Brasil. As duas representantes do mundo da música estão trabalhando para continuarem nas paradas de sucesso. O problema é que a vida é uma caixinha de surpresas e Simone e Simaria convivem com um drama familiar do passado, que para muitos é macabro. Antes de conhecerem a fama, elas perderam o pai em uma situação muito triste. Atualmente, elas não sabem onde o cadáver dessa pessoa querida foi parar. As artistas garantem que estão a procura dos restos mortais do pai e isso, é claro, mexeu com muitos fãs.

Simone e Simarina deram uma entrevista ao jornal carioca Extra falando sobre a situação e lembrando o altos e baixos da carreira.

Publicidade
Publicidade

Elas lembraram, por exemplo, do período em que foram backing vocal do cantor Frank Aguiar. As duas também fizeram parte do grupo 'Forró Miúdo', até que um dia as portas se abriram e tudo mudou. De acordo com as profissionais da música, a situação era muito crítica. Elas chegaram a viver com apenas duzentos reais por mês e que, por sorte não passaram fome. Elas dizem que o fato de não passarem fome foi uma coisa de Deus e que hoje elas tem o pé no chão com a carreira.

Atualmente, as cantoras não podem reclamar da falta de dinheiro. No topo das paradas, elas recebem bem para fazerem seus shows. No entanto, os problemas financeiros ultrapassados não apagam o drama que elas viveram no passado. Elas estão procurando há mais de um ano o corpo do pai. Ele foi morto aos quarenta e quatro anos no ano de 1993.

Publicidade

Naquele período, a família não teve tinha dinheiro e que, por isso, o representante da família foi enterrado como indigente. "Esse assunto dói, não passa nunca. Quando a gente encontrar, acho que vai ser um alívio", explicou a cantora Simaria na entrevista ao Extra.

Simaria diz que, principalmente para ela, quando isso aconteceu (a morte do pai sem um enterro digno), ela prometeu à ela mesma que lutaria para reverter essa situação. O público fica na torcida para que as irmãs realizem esse sonho. #Crime