A empresária Poliana Bagatini, de 29 anos, registrou nesta sexta-feira, 24, uma queixa por #agressão contra o marido, o cantor sertanejo Victor Chaves, de 41 anos (da dupla Victor & Léo). Grávida, ela relatou às autoridades que, em um momento de discussão com o marido, foi jogada ao chão, tendo recebido também chutes do sertanejo.

No registro de ocorrência, Poliana ainda contou que um segurança e sua cunhada, irmã de Victor, a impediram de deixar o apartamento onde mora com o marido, no bairro Luxemburgo, em Belo Horizonte, logo após a briga. Ela só teria conseguido sair do local depois que uma vizinha ouviu os gritos e a ajudou a escapar.

Publicidade
Publicidade

A empresária ainda alegou receber ameaças dos familiares de Victor.

Ao registrar a ocorrência na Delegacia Seccional Sul da Polícia Civil de Belo Horizonte, Poliana foi encaminhada à Delegacia das #mulheres. A empresária, no entanto, não esperou o atendimento da delegada e saiu de lá sem prestar depoimento e fazer o exame de corpo de delito. O motivo do desentendimento também não foi revelado, sendo relatado pela polícia apenas que seriam motivos fúteis.

Segunda a Polícia Civil, agora Poliana será intimada a prestar maiores esclarecimentos e os demais envolvidos a depor depois do Carnaval. Devido ao feriado, a delegacia está funcionando apenas em esquema de plantão. O casal tem uma filha, Maria Vitória, e anunciou a espera de um segundo filho há pouco mais de um mês. Eles estão juntos desde o fim de 2014.

Publicidade

Até o momento do fechamento desta matéria, Victor não deu nenhuma declaração aos veículos de comunicação sobre o ocorrido. A assessoria do cantor informou que o mesmo está viajando. Victor, em parceria com o irmão, Léo, está no ar no programa The Voice Kids, apresentado pela Rede Globo todos os domingos; eles são técnicos, juntamente com Ivete Sangalo e Carlinhos Brown.

No Brasil e no mundo, milhares de mulheres são vítimas de violência doméstica diariamente, mesmo com as melhorias nas leis de proteção a mulher.

Na sua opinião, as leis deveriam ser ainda mais rigorosas nestes casos? #Victor & Léo