#Angelina Jolie está promovendo seu novo filme, "First They Killed My Father", um drama sobre o genocídio ocorrido no país, e em uma entrevista exclusiva a repórter Yalda Hakim da BBC, a atriz e diretora abortou diversos temas, entre eles o divórcio de #Brad Pitt, com quem permaneceu ao longo de 12 anos e tem 6 filhos.

Jolie não falou abertamente sobre a separação, porém, quando foi questionada por Hakim sobre o divórcio, ela não desconversou. Visivelmente emocionada e até mesmo entristecido, a intérprete de Lara Croft declarou que a situação foi delicada para toda família. "Eu não quero dizer muito sobre isso, exceto para dizer que foi uma época muito difícil.

Publicidade
Publicidade

Ainda sobre a questão, Jolie declarou: “Nós éramos uma família. Sempre seremos uma família, vamos passar por esse tempo e espero ser uma família mais forte por isso".

Para Angelina Jolie, o mais importante em tudo o que vem ocorrendo são os filhos, e ela deixou a preocupação com as crianças muito clara a repórter da BBC. "Meu foco são meus filhos, nossos filhos, somos e sempre seremos uma família. Estou lidando com a descoberta de um caminho para garantir que isso (a separação) nos torne cada vez mais fortes e próximos". Veja a entrevista completa, em inglês, e confira também o que Jolie falou sobre seu novo filme, populismo e sobre sua relação com o Camboja.

O fim de Brangelina

Considerados um dos casais mais apaixonados e carismáticos do mundo, Angelina Jolie (41 anos) e Brad Pitt (53 anos) se conheceram durante as filmagens de Senhor e Senhora Smith, um filme no qual interpretavam um casal de espiões.

Publicidade

Eles passaram 12 anos juntos, período em que se envolveram em diversas causas humanitárias, e tiveram seus seis filhos, sendo três biológicos e três adotados. As crianças são Maddox, Brad, Zahara, Pax, Shiloh, Vivienne e Knox.

A separação do casal ocorreu em setembro de 2016 e pegou o mundo inteiro de surpresa, principalmente por que foi envolvida em muita especulação, principalmente a respeito do comportamento de Pitt, que chegou a ser investigado sobre ter sido violento com um dos filhos durante um vôo. No entanto, o inquérito foi abandonado. Nenhum dos atores comenta sobre os motivos do divórcio, no entanto, o casal já divulgou diversas notas afirmando que ambos farão o possível para manter a família feliz e unida.

Apesar de não existir nenhum indício de que o casal Brangelina volte a existir, a torcida dos fãs para que isso ocorra é muito grande. E você, acredita que eles podem reatar? #Famosos