No Carnaval vale tudo, mas hoje as emissoras, no geral, são mais recatadas. No fim da década de 1980, a grande graça da televisão era, justamente, mostrar os componentes das escolas completamente nus. A prática foi proibida pela Liesa, que é a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro. Mesmo assim, vira e mexe, alguém acaba mostrando demais e as emissoras se dão muito mal. Em São Paulo, a modelo Ju Isen, ao dar uma 'agachadinha', acabou mostrando o seu ânus para todo o Brasil. Durante o rebolado, o tapa-sexo da gata acabou rasgando e o telespectador, é claro, ficou chocado com a falta de limites do canal de Marcelo de Carvalho e Amilcar Dallevo Junior.

O close indiscreto acabou resultando no pedido de demissão de uma pessoa bem quista do canal, o superintendente artístico da emissora, Elias Abrão.

Publicidade
Publicidade

O irmão da apresentadora Sônia Abrão acabou pedindo demissão pela falha. Há fontes que dizem que a direção não vai aceitar a demissão dele. Mas pensam que é só a RedeTV! que dá zoom proctológico? A Globo também teve o seu momento exagerado neste domingo, 26. Durante o desfile da primeira escola do grupo especial do Rio de Janeiro, um folião da Paraíso do Tuiuti, impressionou pelo seu grande bumbum.

A imagem da Globo foi só aproximando no bumbum do rapaz, que rebolava bastante, animado com a festa popular do Rio. Em determinado momento, o logo do canal apareceu e tampou o close para lá de indiscreto. Será que a ilha de edição deu pau?

Veja abaixo o momento que apenas o logo da emissora carioca acabou tampando o bumbum de um folião, que desfilava na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. Esse foi um dos momentos mais falados nas redes sociais do primeiro dia dos desfiles do grupo especial da cidade maravilhosa.

Publicidade

Na sua opinião, o logo da tela foi colocado em parte estratégica de propósito, ou tudo não passou de pura coincidência? Não esqueça de deixar o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas importantes para a sociedade.

#Carnaval