Após 19 anos de Rede Globo, a apresentadora Flávia Freire, de 42 anos, não faz mais parte do elenco de jornalistas da emissora carioca. A profissional está deixando a estação televisiva para ir morar em Portugal com sua família.

A decisão da apresentadora, de acordo com o site TV Foco, foi motivada pelo desinteresse da emissora nela. Ela foi uma das mais importantes "moças do tempo" da Globo, e por algum tempo apresentou o "Jornal Hoje" aos sábados. Ela ainda substituiu Tramontina e Cesar Tralli no comando dos telejornais locais de São Paulo.

A perda de espaço na programação global se deu principalmente após sua licença-maternidade em abril de 2016.

Publicidade
Publicidade

Segundo o site, Flávia já sabia que a emissora não renovaria com ela e decidiu sair do canal antes do fim do contrato, que ia até abril deste ano.

O jornalista Daniel Castro publicou um e-mail de despedida enviado por Flávia aos seus colegas da TV dos Marinho. No e-mail, a profissional falou sobre o carinho que tem com os colegas de rede, os considerando sua segunda família, e que vê a TV Globo sua segunda casa.

Ela ainda descreve que foi atraída por uma oportunidade de seguir um projeto pessoal. Freire ainda fala que cresceu, aprendeu e se realizou profissionalmente na emissora e convidou os colegas para visitá-la em Portugal para tomar vinho.

Segunda baixa no jornalismo global

Além de perder Flávia Freire, a Globo deixou de contar já esse ano com o também jornalista José Ernesto Lacombe.

Publicidade

O apresentador foi demitido da emissora após mais de 20 anos de contrato.

Já foi especulado que Lacombe pode ir para a Band, entretanto, o canal paulista passa por grave crise financeira, que impedirá o contrato do ex-global.

Novidade no jornalismo

Com a saída de antigos profissionais, a Globo vai renovar seu casting. Segundo o site TV Foco, a apresentadora do "G1 em 1 minuto", Mari Palma será testada no dominical "Fantástico", há quem diga que ela é uma das profissionais que são aposta de William Bonner, apresentador e editor-chefe do "Jornal Nacional", e nome mais forte do jornalismo da Rede Globo. #Brasil #Televisão