A versão mais ‘RBD’ de #Justin Bieber parece estar reaparecendo na vida do cantor. Após ter um 2015 e 2016 mais relaxante, onde ele só curtiu os frutos de seu novo álbum, que rendeu diversos prêmios pelo mundo, 2017 começou de maneira mais intensa para o canadense.

Justin Bieber foi acusado por Dean Parker, de tê-lo agredido com um soco no rosto. Segundo a suposta vítima, a confusão começou em um evento pré-Grammy, onde Justin e Cory (ator de ‘As Visões da Raven’ e ‘Cory na Casa Branca’), simulavam uma briga.

Dean ouviu o barulho da briga fake, que até então ele não sabia que era uma brincadeira, e ligou o celular para filmar Justin.

Publicidade
Publicidade

Segundo Dean, ele só queria tirar uma foto ao lado do cantor. Justin teria dado risada da postura do fã e brincou com ele, e em seguida os seguranças do cantor exigiram que Dean parasse de filmar. Após as ordens dos seguranças e segundo Dean, Justin teria ficado agressivo, retirando o celular de suas mãos e o agredindo com um soco no rosto.

A confusão gerou certa aglomeração e a polícia foi chamada. Segundo o policial, não houve soco, mas sim uma cabeçada, mas um paparazzo do TMZ flagrou o cantor saindo da festa com a mão sangrando, o que indica que ele pode ter machucado durante a briga ou após a mesma.

A notícia foi divulgada, em primeira mão, pelo TMZ, site de fofocas dos #Famosos e logo repercutiu em todo o mundo. A assessoria de Justin Bieber ainda não comentou nada sobre o ocorrido.

Publicidade

Dean liberou as poucas imagens que fez da briga fake de Justin com Cory e a gravação se encerra quando a voz de um segurança pede para parar de filmar, e coloca a mão sobre a câmera. Logo, não é possível ver a suposta agressão de Bieber, que teria acontecido após a primeira intervenção dos seguranças. Dean não declarou se pretende mover um processo contra Justin Bieber.

Assista ao vídeo:

E você, acha que o lado rebelde de Justin voltou, que esse fã está querendo 15 minutos de fama ou existe outra razão para essa confusão? Opine deixando um comentário aqui embaixo. #Polêmica