Rumores na mídia nos últimos dias afirmava que o cineasta José Mojica Marins, criador e intérprete do personagem “Zé do Caixão“, teria se convertido através de uma Igreja do Adventista do Sétimo Dia e aceito o batismo nas águas no último final de semana de janeiro.

Segundo informações da filha Liz Vamp, seu pai, que é católico não praticante, apenas visitou o local e isso nada tem a ver com sua conversão ou a de seu personagem “Zé do Caixão” que assume uma posição de ateísmo. “Meu pai achou um absurdo, um exagero. Ele só esteve lá visitando. O Zé do Caixão, personagem, não acredita em nada. Então, ele achou um absurdo essa divulgação da foto dele na igreja.

Publicidade
Publicidade

Para ele, foi uma atitude precipitada, empolgada. Primeiro, que não era o Zé do Caixão, mas, sim, o Mojica acompanhando a pessoa. Ele só gostaria que não tivesse tantas reações exageradas quando quisesse conhecer alguma #Religião”, afirmou sua filha Liz.

Segundo ela, José Mojica estava acompanhando sua esposa, convertida a mais de 20 anos através de outra denominação e que a menos de um ano frequenta a Igreja Adventista. Ainda ressaltou que sua mãe tem o sonho de que seu pai se converta mas que naquele momento ele apenas foi acompanha-la a uma das reuniões.

Segundo informações dadas pelo jornal Extra, tudo não passou de um equívoco do pastor. Liz Vamp afirmou que seu pai ficou muito feliz com o tratamento que recebeu durante sua visita à igreja mas não gostou de como tudo repercutiu.

Liz também afirma que se sentiu incomodada com a forma nada natural de como estes assuntos são abordados nas redes sociais fazendo julgamentos precipitados.

Publicidade

’’ Meu pai gosta de aprender sobre as diversas religiões e isso não significa que ele tem uma religião específica”.

Devido a grande exposição destes artistas, é muito comum encontrarmos falsas notícias principalmente se tratando das redes sociais, mas é preciso lembrar a importância da verificação das fontes de informação e da veracidade dos fatos. A exposição é inevitável mas conclusões precipitadas podem e devem ser evitadas. #Famosos #Gospel