Um dos padres mais conhecidos do Brasil, Fábio de Melo, virou uma imensa celebridade por conta das suas aparições na televisão. De acordo com informações do TV Foco, o pároco bonitão chama a atenção não apenas das mulheres, como também dos homens. Ele acabou encantando um apresentador conhecido da televisão brasileira, que decidiu assediá-lo. No entanto, o padre decidiu externar essa relação abusiva, o que pode prejudicar o tal comunicador, que não teve o nome revelado. O conteúdo foi expresso no livro 'Humano Demais', que é uma biografia assinada pelo jornalista Rodrigo Alvarez.

O livro foi lançando recentemente e não conta apenas essa polêmica.

Publicidade
Publicidade

No entanto, ao falar especificamente deste caso, o padre confessou que o tal apresentador homossexual gostava muito dele. Um dia, esse comunicador foi até o prédio do religioso, localizado no interior de São paulo. Apesar das declarações da celebridade, ele decidiu não largar a batina para viver com o famoso. A história foi dada com destaque no programa 'Fofocalizando', do SBT, nesta quinta-feira, 9.

Ele disse que essa foi a pior invasão que ele já recebeu na vida. Isso porque o tal comunicador fez várias viagens na tentativa de encontrar Fábio. O porteiro recebeu ordens para dizer que o padre não estava em casa sempre que essa personalidade aparecesse. Ele então deixava presentes e flores na porta do prédio. O famoso insistiu bastante porque acreditava que, por ter um programa conhecido nacionalmente, o padre cederia para mostrar seu trabalho.

Publicidade

No entanto, Fábio de Melo não é homossexual e também quis continuar a seguir o seu ministério.

“Um dia, resolveu ir a um show do padre, usou suas credenciais de pessoa famosa para entrar no camarim e fez a reclamação: ‘O porteiro do seu prédio é grosso demais!", diz o padre na biografia assinada pelo jornalista da Globo. Após o episódio, o apresentador acabou desistindo, pois percebeu que não teria o seu amor correspondido.

E para você, quem é o comunicador que era tarado pelo padre? Comente! #padre fabio de melo #Religião