A proposta do novo reality show da Band, o ''Pesadelo na Cozinha'', comandado pelo chef e jurado do Masterchef Brasil, Erick Jacquin, é ajudar donos de bares, restaurantes e outros estabelecimentos voltados à alimentação, a superar problemas e crises financeiras em seus negócios. Mas o episódio desta quinta-feira revelou que, para cumprir esta tarefa, o chef Jacquin vai precisar não somente de muito conhecimento gastronômico e administrativo, como também precisará ser, algumas vezes, uma espécie de ''terapeuta'' dos cozinheiros e proprietários em crise.

''Foi como uma terapia para mim'', disse Itamar, proprietário do bar e restaurante Saia do Padre, na região da Pompéia, em São Paulo, que participou do episódio de ''Pesadelo na Cozinha'' exibido nesta quinta-feira (09), na Band.

Publicidade
Publicidade

Inicialmente, Itamar não gostou da ideia de ter o chef Jacquin em seu estabelecimento. Foi sua esposa e sócia, Elaine, quem inscreveu o restaurante para participar da atração culinária. Por essa razão, Itamar, ou Ita, como é conhecido, teve alguns desentendimentos com o chef logo no início do episódio. Jacquin foi, inclusive, chamado de''gordinho feio'', por Itamar, que depois, pediu desculpas ao chef, alegando estar muito tenso pois mantinha o restaurante aberto havia quatro anos sem ter lucro.

Enquanto Itamar não desejava mais manter o bar aberto, a esposa Elaine não queria fechar o estabelecimento. Elaine sonha em ter um filho e conta com o sucesso de seu bar para dar uma vida melhor ao herdeiro. Jacquin teve que fazer as vezes de chef, contador e terapeuta de casal. Ajudou na limpeza do bar, troca de equipamentos, elaboração de novo cardápio e, de quebra, ajudou o casal a se entender.

Publicidade

O jeito explosivo de Itamar em algumas cenas, como o momento em que ele abandona o bar em meio ao desespero da esposa e dos funcionários para atender os clientes, repercutiu nas redes sociais, e alguns internautas se mostraram insatisfeitos com o comportamento do empresário.

Outra coisa que chamou a atenção dos internautas foi o estado em que a cozinha se encontrava, precisando de reformas e limpeza, além da declaração dos proprietários de que o óleo da fritadeira era trocado a cada 15 dias:

Após muitas brigas, desentendimentos, e até quebra de pratos em um restaurante grego - para descarregar a negatividade e trazer prosperidade ao casal e seu negócio - o casal parece, enfim, ter se entendido e concordado com o chef sobre a melhor forma de gerir o negócio.

Publicidade

Com o cardápio modificado, restaurante reformado, uniforme novo e uma nova postura por parte dos sócios, o Saia do Padre passou a aproveitar melhor seu potencial; uma das ideias do chef Jacquin foi colocar uma máquina de frangos assados para viagem na porta do bar.

E apesar de Itamar ter se mostrado inicialmente contra a intervenção de Jacquin, ao final declarou que adorou a experiência e que pôde se reavaliar como sócio, e também como pessoa. Itamar diz ainda, em entrevista ao Portal da Band que foi, de fato, ele mesmo durante as filmagens, sem se importar com o que seria mostrado na TV.

O participante diz que Jacquin ajudou bastante seu estabelecimento, que o movimento melhorou e os pratos novos estão fazendo sucesso, e que a máquina de frango funciona agora, não somente aos domingos, mas em três dias da semana.

Reconheceu, ainda, que errou ao abandonar a esposa sozinha no bar cheio de clientes, e diz que agora entende que o negócio é de ambos e que ambos devem estar comprometidos com ele.

É, parece que Erick Jacquin é, de fato, um homem de múltiplos talentos. #2017 #Famosos #Masterchef