Felipe Santana, correspondente da #Rede Globo em Nova York (EUA), foi preso pela Polícia Militar de Salvador (BA) na noite deste domingo (26). Ele está de férias e aproveitava para curtir o carnaval baiano. Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia, o jornalista foi acusado de desacato à autoridade. Vale lembrar que o desacato já não é considerado mais crime no Brasil. Ao ser preso, o correspondente chegou a afirmar que os policiais foram truculentos.

De acordo com as informações divulgadas até agora, Felipe Santana e um amigo, Bruno Della Latta, jornalista e cineasta que trabalha no Fantástico, foram presos depois de os dois terem se desentendido com os policiais.

Publicidade
Publicidade

Alguns relatos afirmam que Latta foi atingido na cabeça com um cassetete.

Já os jornalistas acusam os policias envolvidos na situação de truculência. Tanto os jornalistas quanto os policiais foram encaminhados para exame de corpo de delito, já que os PMs também apresentaram ferimentos nos braços e na boca.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado afirmou que está apurando o caso. Vale ressaltar que apesar de que acusação feita contra Santana e Latta ser de desacato, isso deixou de ser crime no Brasil em uma decisão de dezembro de 2016. O STJ (Superior Tribunal de Justiça) entendeu que o chamado desacato à autoridade contraria as leis internacionais de direitos humanos.

Segundo o ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, não existem dúvidas de que a criminalização do desacato fica na via contrária do humanismo, uma vez que deixa evidente a preponderância do Estado que está personificada no agente.

Publicidade

Até o presente momento, Santana não disse nada sobre o ocorrido. A mensagem mais recente no Twitter é do dia 18. Na mensagem, ele disse que está de férias.

Os internautas estranharam o sumiço do jornalista das redes sociais. Entre eles, a internauta Elissandra, que indagou sobre a ausência daquele que ela classificou como o repórter cineasta preferido, ainda mais considerando o fato de ser noite do Oscar.

Já outro usuário da rede, Saulo, aproveitou o ocorrido para fazer uma provocação. Ele questionou se a Rede Globo ainda ia continuar defendendo os militares depois do ocorrido.

De qualquer forma ao que parece a situação entre os jornalistas e os policiais podem ter ido além do simples desacato, uma vez que tanto uma parte quanto a outra relataram violência. #agressão #FelipeSantana