A morte da cantora Loalwa Braz, intérprete do grupo Kaoma na década de 80, ainda choca os brasileiros. Em entrevista ao portal de notícias de celebridades EGO, o irmão da profissional da música, Walter, contou que conhecia um dos suspeitos que acabou assassinando a sua irmã. A reviravolta no caso acabou chocando muitos fãs da artista, que graças ao hit 'Chorando se Foi' , vendeu mais de vinte e cinco milhões de discos no ano passado. Além disso, Valter vive com outro problema. Ele ainda não conseguiu enterrar a sua parente porque existe uma greve na polícia civil na Região dos lagos, o que faz demorar o resultado de DNA da artista. A cantora foi assassinada no dia 19 de janeiro, mas quase um mês após a sua morte, ainda não houve o enterro.

Publicidade
Publicidade

Um dos assassinos de Loalwa Braz é justamente um funcionário que trabalhava em sua Pousada há apenas 15 dias. Em entrevista ao site Ego, o irmão de Loalwa falou ainda que não pode, por exemplo, contratar uma perícia particular para fazer o exame de DNA que determina que o corpo encontrado é realmente o da sua irmã. Isso porque, de acordo com ele, os peritos da Polícia Civil estão em greve e apenas eles podem enviar a amostra do material usado na perícia. "Eu não posso chegar lá com o material em mãos e fazer o trabalho da perícia" explicou ele na entrevista ao site de notícias especializado em celebridade.

É bom lembrar que no dia 19 de janeiro, o funcionário da cantora assassinada, junto a outro criminoso, entrou na pousada dela e realizou um assalto. Após roubar alguns pertences, como um disco de ouro - os criminosos acreditavam que realmente ele era feito do material precioso - eles sequestraram artista e a colocaram no veículo dela que estava na garagem lá Pousada no entanto cerca de 200 metros à frente o veículo acabou morrendo e os assaltantes temerosos decidiram abandonar o carro.

Publicidade

Ao invés de irem embora, no entanto, a fim de que a vítima não os identificassem eles colocaram fogo no carro e a artista famosa internacionalmente morreu queimada. O que você acha que deve ser feito em relação ao caso? #Crime