De acordo com a assessoria de comunicação do #SBT, na tarde dessa segunda-feira, (13), a emissora anunciou que contratou o jornalista #Marcão do Povo – o mesmo que havia se envolvido em um caso de racismo por ter chamado a cantora de funk, #Ludmilla, de ‘macaca pobre’, ao vivo. Marcão, à época, trabalhava para a Record e no mesmo dia, após o seu pronunciamento supostamente racista e preconceituoso que gerou revolta nas redes sociais, foi demitido pela emissora, que deu nota afirmando que não apoia manifestações ‘racistas’ e preconceituosas dentro dos prédios da Record.

“Este tipo de conduta não está na linha editorial de nossos jornalismo.

Publicidade
Publicidade

Por esse motivo, a Record TV Brasília optou por rescindir o contrato do apresentador”, dizia a nota pública da emissora. Com relação ao Sistema Brasileiro de Televisão – SBT, que tem Silvio Santos como dono e comandante, Marcão foi contratado para entrar no banco de elenco da emissora e ele estará no aguardo de alguma decisão da direção da TV até que seja decidido para qual projeto Marcão será enviado. Até o momento, o que se sabe é que o apresentador irá trabalhar como comandante de algum programa e isso acontecerá neste primeiro semestre de 2017.

Quando trabalhava para a Record, Marcão comandava o “Balanço Geral DF” e se tornou bastante conhecido na região de Brasília e parte de Goiás. Perguntado sobre o caso que abalou as redes sociais envolvendo Marcão do Povo e Ludmilla, o SBT afirmou que não vai se envolver em ‘assuntos pessoais’ da vida do jornalista e, também, da própria vida da cantora de funk.

Publicidade

Para o SBT, o que aconteceu entre os dois é, na verdade, um assunto pessoal que ambos devem resolver na justiça. Portanto, a direção da emissora comandada por Silvio Santos explicou que não quer se envolver em julgamentos ou dar posições sobre o que aconteceu envolvendo esse suposto caso de racismo e preconceito.

Na época em que Marcão afirmou, ao vivo, que Ludmilla era uma ‘macaca pobre’, a própria cantora foi até as redes sociais para repudiar de tal ato e exclamou que estava bastante triste com o que ouviu do repórter Marcão. A artista também explicou que iria procurar os seus direitos.