No início desse ano, um dos trigêmeos do ex-casal de apresentadores William Bonner e Fátima Bernardes, Vinícius Bonemer, envolveu-se em um grave acidente de carro. O rapaz, de apenas dezenove anos, afirmou que estava tentando passar por um cruzamento, quando um caminhão acabou batendo em sua lateral. No veículo de passeio que o herdeiro dos famosos dirigia, outras duas pessoas estavam como passageiros. Uma delas era Giuliano Castro, amigo do rapaz. A batida aconteceu na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. Giuliano, que é sobrinho da atriz Adriane Esteves, ficou com sequelas graves do acidente. De acordo com informações do portal de notícias R7, em reportagem publicada nesta segunda-feira, 20, o estado de saúde da vítima é dramático.

O rapaz teria ficado sem os movimentos da perna e sua lesão na coluna é grave.

Publicidade
Publicidade

A primeira operação de Castro foi realizada ainda no Brasil. Alguns sites chegaram a dizer que #Fátima Bernardes estaria pagando um tratamento par ao jovem em Boston, nos Estados Unidos. No entanto, segundo Léo Dias, o jovem passou, recentemente, por uma nova cirurgia, que teria constatado, aparentemente, que o jovem ficou com paralisia irreversível. Ou seja, ele não poderá mais andar. Uma pessoa que preferiu não identificar o nome, mas que seria parte da família do garoto, conversou com o jornalista do jornal 'O Dia', e deu mais detalhes sobre esse momento dramático que a família passa.

Segundo o familiar, a família de Giuliano tem posses, mas mesmo assim, os custos do tratamento seriam absurdamente altos. A família seria dona da Universidade Estácio, que tem filiais em todo o país. Fátima Bernardes, que também não é pobre, decidiu bancar ela mesmo os custos do tratamento e mostra que se importa com o jovem.

Publicidade

Já William Bonner, segundo o parente de Giuliano, seria "um monstro", preocupado apenas em proteger Vinícius após o acidente. É bom lembrar que o comunicador do 'Jornal Nacional' chegou a ser visto fazendo uma doação de sangue em um Hospital da Barra da Tijuca para Castro.