Diante da crise que se instaurou no Espírito Santo, e em meio ao medo e ao caos que tem tomado conta do Estado nesta semana, muitos internautas tem criticado a cobertura feita por boa parte da mídia nacional sobre o assunto, considerando-a muito superficial e falha. Até Whindersson Nunes, dono do maior canal brasileiro no #youtube, opinou sobre a cobertura que os grandes veículos de comunicação brasileiros tem dado sobre o tema. Através de seu perfil no Twitter, o #youtuber mandou um recado direto à #TV Globo:

Outras personalidade bastante conhecidas na internet, como Felipe Castanhari e Zelune, também se manifestaram em seus respectivos perfis no Twitter sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade

“É triste ver a imprensa internacional fazendo uma cobertura melhor do que a nossa, a respeito do que está acontecendo em Espirito Santo”, disse Castanhari. Jpa Zelune declarou: “Não vejo a hora dessa insanidade acabar no Espírito Santo. A galera tá vivendo um filme de terror até agora. Força a todos amigos e inscritos.”

A crise no Espírito Santo começou com a reivindicação de membros da Polícia Militar do Estado por aumento em seus salários, além do pagamento de benefícios e adicionais e melhorias nas condições de trabalho. Como os próprios PMs não podem fazer greve, suas famílias tomaram a iniciativa de ir para frente dos batalhões de maneira a impedir a saída das viaturas policiais.

O bloqueio teve início no sábado passado (4), atingindo a Grande Vitória e cidades como Piúma, Linhares, Cachoeiro de Itapemirim, Aracruz e Colatina.

Publicidade

Como consequência, foram registradas 75 mortes violentas na Grande Vitória, um aumento gigantesco em relação a janeiro, quando foram 4 mortes registradas no mês inteiro, de acordo com o Sindicato dos Policiais Civis.

Desde segunda-feira (6), estão fechados postos de saúde, escolas e uma parte do comércio, enquanto os ônibus pararam de circular, tendo voltado a rodar nesta terça-feira (7) pela manhã. Entretanto, eles foram novamente recolhidos às 19 horas. O sindicato dos motoristas de ônibus já informou não haverá circulação nesta quarta-feira (8).