O 12º episódio da 7ª temporada de The Walking Dead, “Say Yes”, teve como foco principal Rick e #Michonne. O casal esteve em busca de suprimentos e armas para cumprir sua parte do acordo com Jadis. Também, mais alguns personagens, como Rosita e Sasha, que planejaram matar Negan e Tara - que parece ter, finalmente, decidido contar a Rick sobre Oceanside (a comunidade que vive na floresta próximo ao mar, que pode ajudar, com grande força, Alexandria na luta contra os Salvadores).

Mas, como já se sabe, uma semana de episódio novo significam mais detalhes, que podem dizer muita coisa como referências: easter eggs, coisas que poderão ou não acontecer, ou apenas mais detalhes.

Publicidade
Publicidade

Acompanhe, a seguir.

1 – A suposta morte de Rick não era para enganar os fãs, e sim a Michonne

Após uma cansativa luta de Rick e Michonne contra os zumbis e os dois se separarem, Rick ficou encurralado por alguns zumbis. E Michonne, vendo tudo de longe, tentava aproximar-se. Quando, finalmente, chega perto, enxerga vários zumbis abaixados, alimentando-se de algo. Automaticamente pensa ser o Rick - afinal, foi o que a cena despertou nos espectadores. Porém, era um cervo. O momento foi criticado pelos fãs, que comentaram que a cena era óbvia e, claro, que o Rick não morreria. Mas, talvez o objetivo da cena não fosse a morte de Rick, e sim a reação de Michonne. Ao pensar que ele tinha morrido, preferia morrer.

2 – Referências às temporadas anteriores

O último episódio foi inédito, ao mostrar um parquinho.

Publicidade

Apesar de nunca ter aparecido um daquela forma, antes, algumas cenas fizeram menção às outras temporadas. Veja as principais:

  • Quando Rick e Michonne passam pela floresta, veem dois salvadores conversando sobre Fat Joey e jogando golfe. Lembrou o governador e Martinez, que jogavam golfe enquanto falavam da morte de Shumpert (S04E07 – “Dead Weight”).

  • Rick e Michonne caem em cima de vários suprimentos. Essa cena lembra uma busca por mantimentos na 4ª temporada, num mercado onde o teto havia sido destruído por um helicóptero. Após alguns instantes, caem vários zumbis do teto (S04E01 – “30 Days Without An Accident”).

  • Rick e Michonne ficaram presos dentro de um carro rodeado por zumbis e saíram pela parte de cima do veículo. A cena remete à fuga de Rick, do tanque sendo guiado por Glenn, no segundo episódio da série (S01E02 – “Guts”). Talvez tenha sido por isso que ele fez menção à história para Michonne.

3 – Referências a filmes

Greg Nicotero dirigiu o episódio e, como ele sempre faz, introduz várias referências, quando pode.

Publicidade

  • A primeira referência foi ao filme Creepshow, com o zumbi que estava na cabine de ingressos.

  • O produtor comentou também sobre uma cena bem rápida, que seria um tributo ao filme O Incrível Homem que Derreteu, do ano de 1977.

  • E não apenas referências a filmes de terror. Greg comentou também que a cena na qual Michonne sai para matar os oitos zumbis e apenas sua sombra fica à vista, focada pela câmera. Foi um tributo ao filme Kill Bill, de Quentin Tarantino.

4 – Sasha e os quadrinhos

Já se passaram 11 episódios, desde a morte de Glenn e Abraham. Pode ser bastante tempo para os fãs da séria, mas, levando em conta a linha temporal de #The Walking Dead, o tempo não foi tão longo assim. Então, os sentimentos de Rosita e Sasha são justificáveis.

As duas firmaram um pacto para matar Negan. Estão dispostas a tudo para conseguir esse feito, até mesmo morrer. Porém, é mais provável que Sasha morra, sendo a vítima de Negan, do que Rosita, que está disposta a se sacrificar.

A atriz Sonequa Martin-Green foi contratada para viver personagem principal da nova série Star Trek. Além desse novo papel, Sasha remete a Holly, uma personagem das HQs.

A história é bem semelhante nas HQs. Abraham deixou Rosita por Holly. Após a morte de Abraham, Holly quis se sacrificar, para que seu grupo vencesse a luta contra Negan - atraindo, assim, zumbis para dentro do Santuário e fazendo o plano de Rick dar certo. Ela foi capturada e morta por Negan. Depois, transformou-se em zumbi e virou uma arma. #Rick Grimes