Uma reformulação grande no programa "A Praça é Nossa" está prestes a acontecer. Segundo o colunista do UOL, Flávio Ricco, as mudanças começaram com nomes de peso.

#Alexandre Frota foi o primeiro a sentir o peso da mudança. O ator e comediante já estava na corda bamba há alguns anos. Em 2015, era dada como certa sua #Demissão do programa, mas numa atitude muito honrada de Moacyr Franco, ele decidiu reduzir seu salário para que o SBT mantivesse no elenco Frota.

Não se espante, pois Moacyr é desses homens. Essa atitude foi apenas mais uma.

Ainda não se sabe se a mudança foi uma ordem de Sílvio Santos ou da direção artística do SBT.

Publicidade
Publicidade

Fato é que "A Praça é Nossa” está promovendo algumas mudanças na atração, resultando na demissão e contratação de artistas para o elenco.

No caso de Frota, ao que relata Flávio Ricco, o grandão recebeu a demissão com naturalidade.

Por outro lado, o ator Saulo Laranjeira, que havia deixado a atração humorística para se embrenhar em uma novela da Globo, "Velho Chico", está de volta. O ator, que representa o personagem João Plenário, aquele político nada honesto que aparece com os bolsos transbordando de dinheiro, acertou sua volta ao programa na última semana e confessou estar muito feliz com o retorno a sua antiga casa.

É possível que outras mudanças no elenco e em quadros do programa aconteçam ao longo de 2017. Ainda mais com Sílvio Santos voltando de férias.

O homem de baú, inclusive, apresentou um novo look, mais cabeludo.

Publicidade

Será que as suas mudanças físicas serão retratadas também em sua empresa.

Só relembrando, o jornalismo do SBT já sofreu uma guinada enorme. Muitas demissões e mudanças de horário de programação. Tira e põe programas na grade. Até chegaram a demitir Hermano Henning e contratar o Marcão do Povo, aquele que disse que Ludmilla era uma "macaca". Sobre Henning, a emissora decidiu voltar atrás e o recontratou.

Será que farão o mesmo com o Frota?

O fato é que, até o momento, somente as duas modificações são publicamente conhecidas. Sobre os quadros do programa, também sabe-se que serão mantidas as reprises de momentos históricos do programa, que, aliás, apresentam ibope maior que as atuais.

#A Praça É Nossa