Com o final da novela “A Terra Prometida” na tela da Record, muitos telespectadores sentiram grandes alterações na trama adaptada por Renato Modesto. Do roteiro original, a saga de Josué (Sidney Sampaio) sofreu múltiplas mudanças de alguns personagens.

Vamos então, relatar as mudanças que aconteceram na novela “#A Terra Prometida”.

Morte de Samara

De acordo com os bastidores de gravações na Produtora Casablanca, Samara (Paloma Bernardi) não morreria nos braços de Zaqueu (Ricky Tavares) depois de ser encontrada numa caverna após dez anos. A ideia original seria que a vilã morresse nas mãos dos soldados cananeus.

Punição de Léia

Por incentivar a filha Samara a conquistar o líder dos hebreus, Léia (Beth Goulart) foi capaz de até matar Adara (Yaçana Martins) e causar várias maldades com a filha de criação.

Publicidade
Publicidade

Mas com a volta de Yana (Luciana Braga) ao acampamento, a esposa de Quemuel mudou da “água para o vinho”. Na versão original, Léia ficaria pior e tentaria matar o próprio marido e Aruna.

Com a mudança, Léia deixou de ser uma grande vilã e passou ser uma mulher de Deus, livrando assim de uma grande punição nos últimos capítulos. Seu castigo foi então alterado pela morte de toda a sua família.

Ioná se separaria

De acordo com a sinopse original, Ioná (Day Mesquita) deixaria Elói (Cláudio Gabriel) e se casaria com um rico chamado Refá. Mas a mudança foi alterada e a filha de Aiúde (Fábio Villa Verde) ficou grávida e as feitiçarias de Mara (Cristiana Oliveira) não serviram de nada.

Ruth seria expulsa

Outra mudança que ocorreu foi que Ruth (Louise Marie) seria uma inimiga contra Sama (Andrea Avancini) e isso causaria a sua expulsão de casa, quando o seu marido Boã (Tatsu Carvalho) descobrisse a verdade.

Publicidade

Mas o que aconteceu na novela foi que a segunda esposa mudou e começou a tratar a primeira com cuidado e carinho. Com essas alterações, Ruth passou a ter três filhas e Sama teve o filho herdeiro que Boã tanto desejava.

Jesana pediria Chaia em casamento

Com a expulsão de Zaqueu por causa da suposta morte de Aruna, Jesana (André Ramiro) se aproximaria de Chaia (Juliana Boller) e a pediria em casamento, pois o arqueiro passaria mais tempo longe de Gilgal.

Com alteração no roteiro, Jesana se aproximou de Darda (Ana Barroso) e Tobias (Rafhael Viana) é quem deu em cima de Chaia, mas ela deu um fora no Monstro Hebreu e logo teve o marido de volta. Tobias também não morreria em Jerusalém, ele morreria de outra forma.

Acsa e Bogotai

Na sinopse original, Acsa (Marisol Ribeiro) teria um romance com Bogotai (Marcelo Argenta) até ele ser expulso de Gilgal. Mas alteração foi feita e o gibeonita morreu sem se aproximar dela. Por sim, Otniel se aproximou de Acsa sem nenhum obstáculo após a morte de Gibar (Rodrigo Phavanello).

Publicidade

Melina se salvaria

Além destas mudanças, “A Terra Prometida” teve outras como no caso de Melina (Carla Diaz). Na sinopse original, a sua serva é quem deveria morrer quando as duas fugissem do Reino de Ai.

As duas seriam cercadas por hebreus e Najara (Cássia Sanches), que estaria disfarçada de princesa, é quem iria morrer, enquanto Melina fugiria sem ser vista.

Melina chegaria até o acampamento e teria um romance com Iru (Guilherme Boury) em Gilgal. Melina não terminaria com ele, mas ficaria em Gilgal junto com a mãe Ula (Rafaela Mandelli). Mas o que foi exibido na trama é que Melina morreu com uma flechada nas costas.

E aí, você gostou das mudanças? Dê a sua opinião nos comentários.

Confira o último capítulo de "A Terra Prometida":

#Record TV #Novelas