O âncora da Rede Globo de Televisão, Alexandre Garcia, causou uma enorme polêmica nas redes sociais nesta quinta-feira, 2. O comunicador da Rede Globo de Televisão usou o seu perfil oficial no Twitter para comentar uma notícia que repercutiu em todo o mundo. A atriz Jane Fonda, hoje com setenta e nove anos, revelou que foi abusada sexualmente quando era apenas uma criança. O comentarista da Rede Globo, que costuma comentar política, no entanto, usou o microblog de 140 caracteres, postou uma matéria em inglês sobre o fato e comentou: 'E eu com isso?'.

Rapidamente, centenas de pessoas passaram a criticar o experiente repórter.

Publicidade
Publicidade

"Nossa, um jornalista, formador de opinião agindo dessa forma, imagina como homens que nem estudo tem devem estar pensando agora", disse uma mulher que se sentiu chateada com a opinião do comunicador. Na entrevista de repercussão mundial, Jane Fonda revelou que o estupro ocorreu quando ela era uma criança e que ela sempre se sentiu culpada por isso. Até então, a profissional da sétima arte não teve a necessidade de fazer a exposição desse pensamento em entrevistas.

Criticado, Alexandre Garcia, já nesta sexta-feira, 3, tentou explicar sua opinião. “Uma brasileira é estuprada a cada 11 minutos e não reagimos nem nos escandalizamos. Mas nos preocupamos com a americana, há 70 anos. Colônia", argumentou ele.

Veja abaixo o post feito pelo âncora da Globo que provocou a maior polêmica:

Ele ainda fez outra publicação, após receber críticas, na qual tentou justificar o seu comentário considerado, por muitos, bastante infeliz.

Publicidade

Um seguidor de Alexandre Garcia, que concorda com a forma como ele opinou sobre o caso, acabou atacando quem é da esquerda por tudo o que aconteceu. "Só lembrando que a esquerda defende estuprador de verdade enquanto condena piadinha de internet", escreveu o internauta. Ele ainda prosseguiu no microblog de 140 caracteres, quando tweetou "e enquanto a direita defende punição exemplar para estupradores , a esquerda inventa uma tal "cultura do estupro". #Famosos