Marcos e Emlly, com certeza, formam um dos casais mais conturbados de todas as edições do BBB. Uma hora são amados por muitos, em seguida, acontece uma briga e passam a ser hostilizados por outros. Uma das pessoas mais importantes na vida médico não está nem um pouco contente com essa relação recheada de DRs e cenas íntimas debaixo do edredom. A mãe de Marcos, Enilda Harter, de 70 anos, não aprova o relacionamento do casal. Já a irmã do brother, Caroline Harter vê Emilly como sua irmãzinha mais nova e a trataria com o maior carinho. "Torço que termine logo. Acho que o meu filho precisa se distanciar dessa moça", diz Enilda, descontente. A aposentada explica que sabe de tudo que acontece na casa porque assiste ao reality 24 horas por dia e vê todas as picuinhas da pretensa nora.

Publicidade
Publicidade

Sem engolir a paixão do filho pela gaúchinha mimada, Enilda conta que gostaria de dar um conselho ao rapaz para que se afastasse da jovem. Segundo ela, esse romance não tem futuro nem dentro nem fora da casa. "Essa moça tem muito o que aprender", garante a mãe do brother. A aposentada enumera os defeitos da sister para que não se torne sua nora, como ser mal educada e jogar o rapaz contra os outros brothers. Enilda fez algumas pesquisas sobre a gaúcha na internet e não gostou nada do que leu a seu respeito, até em brigas em festas Emilly se envolveu.

Bastante chateada com tudo que tem assistido no BBB, Enilda acha que Marcos está sendo ele mesmo no jogo e não segue nenhuma estratégia, porém, está cometendo o único erro que pode levá-lo a perder o jogo: o envolvimento com Emilly.

Publicidade

Ela ainda conta que muitos fãs mandam mensagens elogiando a postura do médico, mas muitos pedem o fim do romance, dizendo que Emilly está fazendo mal a ele. Enquanto isso, o #Casal segue na casa entre 'tapas e beijos', sem muita noção do que está acontecendo aqui fora. Muito menos a quem estão agradando ou desagradando.

Elis foi outra sister que também teve sérios atritos com o cirurgião, mas acabou sendo eliminada no último paredão de terça-feira (28) com alto índice de rejeição. A comerciante acusou Marcos de ter cobrado R$ 400 mil para não mandá-la ao paredão, caso fosse líder. #BBB Big Brother Brasil