O cantor famoso em questão é acusado de agredir a #namorada, aliás, agora ex-namorada. O caso foi revelado pelo colunista de celebridades Leo Dias e gerou burburinho nas redes sociais.

Segundo relata o colunista de "O Dia", a ex-namorada do cantor Talita Alves registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia da mulher de Pirituba, São Paulo, acusando o cantor Ivo Mozart de tê-la agredido.

No Boletim de Ocorrência, a ex-namorada alega que teve um braço contundido, sofreu vários empurrões, um rasgão na região das nádegas e ainda levou um soco na boca. Para finalizar as agressões, o rapaz ainda teria asfixiado a moça por esganadura.

Publicidade
Publicidade

Por esse motivo, Talita Alves resolveu denunciar o cantor e terminar o relacionamento.

O Boletim de Ocorrência que foi registrado na 9ª delegacia da mulher de Pirituba virou um inquérito, que agora já é um processo e também uma medida protetiva contra o cantor. O caso foi tão grave que o cantor não pode chegar a menos de 300m da garota. Já sobre o processo, o mesmo corre no Fórum da Barra Funda.

Ainda conforme relata Leo Dias, o caso é antigo, de abril do ano passado, mas veio à tona recentemente, com a movimentação do processo na justiça.

O casal estava junto havia um ano e todas as agressões, segundo constam, foram comprovadas por meio de fotos, depoimentos de testemunhas, da própria vítima, além de documento mais importante, o laudo do IML.

O colunista afirma ter entrado em contato com a assessoria da Deck Disc, gravadora de Mozart, mas até o fechamento da edição não tinha tido resposta.

Publicidade

#Ivo Mozart tem 31 anos e é nascido em São Paulo. É cantor , músico e compositor e ficou conhecido pela música "Vagalumes", que o lançou para o cenário nacional com a banda "Pollo". A música foi trilha sonora da novela Sangue Bom, exibida pela emissora Globo. Em 2011, lançou seu primeiro álbum solo e, desde então, lançou outros 2, em 2013 e 2015, pela referida gravadora Deckdisc.

Se condenado, o cantor Ivo Mozart pode pegar pena de três meses a três anos, mas não deve ficar preso. A pena deve ser convertida em trabalho social e multa. #agressão