O#Casos de Família, apresentado por #Christina Rocha, nas tardes do SBT, causou polêmica mais uma vez ao exibir uma briga durante a edição levada ao ar na última segunda-feira (06). O tema do dia no programa era “Pare de achar que ele vai mudar: quem bate uma vez, bate sempre”, e se referia a histórias de mulheres que perdoaram os seus parceiros após terem sofrido algum tipo de violência doméstica.

O irmão de uma dessas mulheres se exaltou com o cunhado, após ele dizer tranquilamente que não têm problemas em bater em homens e mulheres. A declaração não agradou muito o rapaz, que decidiu partir para a agressão. “Bate em mim, então”, disse antes de iniciar a confusão.

Publicidade
Publicidade

Assim que a briga começou, a câmera mudou de posição e passou a focar em Christina Rocha, que demonstrou bastante preocupação com a situação no palco. Em um determinado momento, é possível ouvir um barulho, semelhante a um soco.

Apesar de não focar o desentendimento, pôde se ver claramente que integrantes da produção e seguranças correram para apartar os dois e acalmar os ânimos.

Assista o momento a partir do minuto 0:31:

Não é a primeira vez que o programa é palco de brigas entre os convidados. Em novembro do ano passado, duas irmãs se desentenderam e saíram no tapa também.

Plateia reage a declaração de convidado

Não só o irmão de uma das convidadas ficou revoltado com a atitude do rapaz que confessou ter agredido a esposa. Muitos membros da plateia da atração se posicionaram contra o agressor.

Publicidade

“A sua atitude está sendo muito covarde por estar batendo em mulher, independente da situação.”, afirmou um espectador. “Eu tenho 35 anos de casado e nunca bati em minha mulher. Homem que é homem não bate em mulher. Um ‘cabra’ desse não tem coragem de bater em homem”, exclamou outro.

O auditório também se mostrou indignado pela mulher agredida não se importar com o fato de apanhar do companheiro. “Você é mulher de malandro. Você gosta de apanhar. Não tem atitude da mulher. Deveria dar o exemplo para os seus filhos”, esbravejou uma terceira participante. “O problema é meu. Não dependo de você para nada.Vou continuar com ele e acabou”, rebateu a convidada.

Diante da situação, a psicóloga do programa, Dra. Anahy, lamentou a postura da convidada, que apesar de apanhar do marido, não via problema nas agressões. “É muito triste ver uma mulher sofrer uma violência e não poder sair, e é tão triste quanto uma mulher poder sair e não querer. Mas cada um sabe da sua vida. Ela tá bem! Esta como quer estar. Então, não tem como ajudar porque a gente só ajuda quem quer ajuda. Se ela acha que não precisa, a gente fica amarrado”, opinou a especialista, que já chegou a discutir com uma participante da atração. #Barraco