Se no início o pai de Emilly, do BBB17, apoiou o relacionamento da filha com um homem muito mais velho, a verdade é que agora já não está gostando tanto do que está acontecendo. Em uma entrevista recente para o site "Pure People", Volnei Alves Corrêa insultou o “brother”, garantindo que ele é “machista” e que agora está constantemente humilhando a sua filha. Na opinião do pai da gêmea, ao início #Marcos ajudou muito #Emilly, mas agora o relacionamento apenas está sendo muito prejudicial para ela.

Depois de muitas cenas sexuais que viralizaram, Volnei veio a público afirmar que não estava nada incomodado com o que estava acontecendo com Emilly no reality show da Globo, revelando que todo mundo faz o mesmo em suas casas e que a única diferença é que não estavam sendo gravados para milhões de brasileiros.

Publicidade
Publicidade

Contudo, a opinião de Volnei parece ter sofrido uma enorme e inesperada reviravolta, em uma altura em que o relacionamento de ambos está sendo marcado por muitas brigas, insultos e humilhações. “Ele humilha a pessoa. Acho que ele é uma pessoa machista. A idade que ele tem, né?”, insultou e questionou o pai de Emilly durante a entrevista. Mas será que a família vai apoiar esse relacionamento conturbado quando ambos saírem do confinamento?

A verdade é que Volnei garante que Marcos está jogando, dando também a entender que o participante acabou por usar Emilly para ter um maior destaque na casa mais vigiada do país, algo que ele acabou conseguindo alcançar. Nas redes sociais, muitos brasileiros afirmam estar do lado do pai de Emilly, revelando que se também estivessem na posição dele, não conseguiriam tolerar ver uma pessoa humilhando e rebaixando sua filha à frente de milhões de brasileiros.

Publicidade

Vale lembrar que Marcos e Emilly, segundo uma enquete recente, são dois dos principais favoritos ao prêmio final do BBB17, que é de um milhão e meio de reais.

Quem tem mais condições de vencer a décima sétima edição do BBB? Será que Marcos está mesmo usando Emilly? Deixe seu comentário abaixo. #BBB Big Brother Brasil