A atriz Fernanda Brasil, de 36 anos, também conhecida como 'A Filha do Didi', decidiu processar a Rede Globo de Televisão. De acordo com informações do site TV Foco, em reportagem publicada nesta quarta-feira, 22, ela acabou vencendo a ação judicial e a emissora será obrigada a pagar uma pequena fortuna para Fernanda. O processo entre as duas partes é longo. Tudo começou há mais de 30 anos, em 1984, quando a profissional da dramaturgia tinha apenas três anos de idade. Naquele ano, ela fez testes e foi escalada para fazer o filme 'A Filha dos Trapalhões'. O grupo humorístico fez um tremendo sucesso nas telonas e arrastou verdadeiras multidões.

A atriz, no entanto, revela que tomou um calote da Globo, que não teria pago os direitos autorais para ela, ou sua família por conta do filme.

Publicidade
Publicidade

O caso ganhou destaque graças à exposição do assunto na coluna do jornalista Léo Dias, que faz parte do jornal 'O Dia' e do programa 'Fofocalizando', do SBT. O jornalista é conhecido por entrar em confronto com várias celebridades e emissoras, parecendo não temer ninguém. Ele bateu de frente, por exemplo, com o cantor Zezé Di Camargo. O embate também terminou em processo. Léo Dias mostrou não ter medo da Globo e deu espaço ao processo de 'A Filha do Didi'.

Fernanda entrou na justiça, pois o Grupo Globo decidiu relançar o filme que foi um estrondoso sucesso na década de 1980. O problema é que mesmo ela sendo a protagonista da atração, ninguém teria a comunicado sobre o relançamento. A Infoglobo, empresa do Grupo Globo dona do O Globo, Extra, Expresso, Valor Econômico e outros, depositou a parte que lhe cabe dos R$ 20 mil corrigidos por danos morais.

Publicidade

Mas achou que é só isso que a atriz vai receber? Está bem enganado.

De acordo com o jornalista Léo Dias, um perito judicial está trabalhando para analisar o quanto isso teria causado de prejuízo material para a artista. Ele ainda não teria indicado quanto a ação fechará, mas já se sabe que o valor deve ultrapassar a casa de um milhão de reais. Vão dividir o pagamento da quantia a Infoglobo, a Europa Filmes, a TV Globo e até mesmo o ator Renato Aragão. #Famosos