Todos contra #Emilly. A jovem gaúcha participante do Big Brother Brasil 17, Emilly, está se tornando uma das mais odiadas por parte internautas que pedem sua saída. Na realidade, eles falam que as edições do programa feitas pela emissora da Globo são supostamente manipuladas na tentativa de favorecer a sister. Claro que esse assunto de manipular as imagens para fortalecer um candidato não é novidade. Mas nunca houve tanta crítica como agora.

E isso acaba desgastando a imagem de um candidato, se ele não é o seu favorito. É mais ou menos assim, ou se ama ou se odeia. E Emilly tornou-se essa candidata. Claro que suas atitudes favoreceram essa imagem do lado de fora da casa, com a jovem se envolvendo em algumas polêmicas que movimentaram o jogo.

Publicidade
Publicidade

Uma dessas polêmicas deu-se quando Emily afirmou que era pobre e que infelizmente uma enchente tinha levado tudo da sua casa. A moça afirmou isso várias vezes e até Marcos, seu affair na casa, chegou a dizer que ela era materialista e estava se "vitimizando" por repetir a história. Teve inclusive uma passagem marcante em que Marcos e Emilly estavam na academia quando ela contou de novo a história. Marcos então cochicha algo em seu ouvido que não se conseguiu ouvir, mas pela opinião dos internautas que assistiram a cena ele teria afirmado algo como ser abusado na infância. Não se sabe se ele falava de algum outro participante ou de uma experiência que ele tenha vivido. A gata tentou esboçar um choro, mas logo em seguida, como se não se importasse com o tema, voltou a se defender da acusação de materialista.

Publicidade

Ela também protagonizou cenas tórridas de sexo com Marcos, chegando a pedir, sem se preocupar com os microfones, para que ele terminasse o ato sexual em sua boca. Em outro episódio, ela também bebeu demais e quase entrou em coma alcoólico. Ficou em situação realmente preocupante, praticamente desmaiada, o que preocupou a produção, que teve que chamar o apoio médico para auxiliar a jovem.

Esse conjunto de situações contribuiu para aumentar o amor e ódio pela participante. Aqueles que não gostam da Emilly conseguiram colocar a hashtag #EmillyVergonhaNacional nos Trend Topics do Twitter, na segunda posição, com mais de 50 mil menções.

Na última quinta-feira (9), outra hastag sobre o assunto BBB também já havia ficado entre as mais comentadas: #BBBMANIPULADO. Isso aconteceu depois que #Tiago Leifert interferiu claramente no programa induzido os brothers a mentirem uns aos outros.

A verdade, por outro lado, é que sem Emilly, o programa seria vazio. Deixe sua opinião!

#BBB Big Brother Brasil