Nessa semana, Marcos e Emilly estavam falando sobre ter filhos no BBB 17. A gêmea de Mayla disse que queria sim engravidar, mesmo que fosse de um homem que ela sabe que não ficaria para toda a vida. O médico então garantiu que ela faria uma grande burrada, pois filhos de pais separados não cresceriam como pessoas saudáveis. A opinião expressada por um médico gerou grande polêmica e virou até matéria.

Denise Miranda de Figueiredo, psicóloga especialista em Terapia de Casal e Família pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), conversou com o UOL sobre o tema. Para ela, a ideia de Marcos, na conversa com Emilly, é bastante antiquada e nem de longe reflete a realidade das famílias atualmente.

Publicidade
Publicidade

Segundo ela, tanto uma mulher, quanto um homem, podem ser bons para o filho, mesmo quando não vivem na mesma casa. Há casos, inclusive, que a família vive melhor, já que não é nada bom um ambiente em que ninguém consegue entender sobre nada. A psicóloga ainda informou que apesar de não representar a realidade apresentada em pesquisas, esse pensamento de Marcos é comum em famílias tradicionais, onde acredita-se que a felicidade está no trio pai, mãe e filho.

O assunto também ganhou as redes sociais. Mais uma vez, o cirurgião foi criticado pelos seus pensamentos. Muita gente diz até que ele se aproveita de uma suposta inocência de Emilly, favorita a vencer a décima sétima edição do '#Big Brother Brasil'. "Mais uma bobagem para conta do doutor. Vixe, do jeito que está vai ser bem difícil quitar a dívida enorme que está fazendo com o público.

Publicidade

Homem manipulador, elitista, cheio de preconceitos totalmente fora do contexto. Marido e mulher se matando na frente dos filhos pode? Ah, tá", disse um internauta sobre tudo o que aconteceu na casa mais vigiada do Brasil.

Na sua opinião, o casal formado por Marcos e Emilly tem mesmo chances de vencer o 'Big Brother Brasil'? Deixe seu comentário. A sua opinião é sempre importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes para a sociedade. #BBB Big Brother Brasil