Para a felicidade dos internautas e fãs na TV, o MasterChef Brasil voltou com tudo. Como todos já esperavam, os telespectadores se divertiram com as caras e bocas dos candidatos, suas receitas maravilhosas e outras nem tanto - umas receitas que mais parecem grandes travessuras e verdadeiros desastre na cozinha.

No entanto, alguns candidatos se superam e preparam delícias de dar água na boca. Alguns têm tanta habilidade que acabam dificultando o trabalho dos jurados em escolher os melhores candidatos para entrar na cozinha mais famosa do Brasil.

Para deixar a disputa ainda mais acirrada, os cozinheiros, a partir desta edição do #Masterchef Brasil 2017, terão que se enfrentar em duelos com temas específicos, como, por exemplo, carne, confeitaria, culinária italiana, entre outros.

Publicidade
Publicidade

#Band #MasterChefBR2017

Conheça os candidatos que se destacaram na noite desta terça-feira (14):

  • Michele, de Santa Catarina, é uma morena muito simpática que lembra muito a Sabrina Kanai, participante de outra temporada. Superou-se no Petit gateau de doce de leite com calda de frutas vermelhas, o qual até o Chef Jacquin, expert nessa sobremesa, gostou bastante da combinação de sabores. Depois, enfrentou o italiano Leonardo no duelo de comidas temáticas e apesar do prato não ter uma apresentação bonita, superou em paladar e garantiu sua entrada ganhando o duelo com seu prato francês.
  • Outros dois que garantiram sua participação foram Leonardo Santos, supervisor de telemarketing que apresentou um carré de cordeiro acompanhado de um aligot para os chefs, e Douglas Holler, designer de curtume , que apresentou um prato que agradou os jurados. Os dois participaram na prova da sobremesa e garantiram sua vaga no programa, entregando as melhores sobremesas da noite.
  • Outras duas que duelaram foram Luciana Braga, diretora de Comunicação, que, apesar de atrapalhada, arrasou na prova do ovo. Já sua concorrente foi a loira Adriana, que disse que gostaria de ter um programa de comidas eróticas. Mais parecia querer participar do "Master Sexy" e servir um delicioso piroquete, como descreveu qual seria o nome do croquete erótico. Entretanto, na cozinha do MasterChef, não soube fazer ovos e acabou eliminada.
  • Outro que foi classificado e já chegou causando foi o Vitor, um brasiliense que mora em Curitiba. Apesar de cantar e tentar cantar a juíza Paola Carosella dando umas piscadelas, cozinhou bem e surpreendeu com a técnica de banho-maria, deixando seu prato com um sabor surpreendente e acabou levando o avental, mas ainda falta passar na prova do duelo. Veremos se seu jeitinho cafajeste o ajudará para alguma coisa.
  • Miriam Cobre, cirurgiã-dentista, preparou a receita do Chef Daniel Redondo, "Polvo com arroz de chorizo e grão-de-bico", apresentada durante a terceira temporada, e agradou os jurados levando o avental.
  • Fabrizio, o baiano radicado em São Paulo, também foi classificado por sua peixada. Mesmo sem tempero, acabou classificado.
  • Já o Abel, um sino-paraguaio, poliglota, apesar de ser cheio de si e muito imponente, agradou aos jurados com sua receita: Vieiras com ovas falsas. Mas foi repreendido por sua resposta grosseira para Paola Carosella quando perguntado porque não falava com sotaque. Ele respondeu: "Porque eu sou oriental tenho que falar flango flito." Na saída, já com o avental na mão, foi repreendido pela apresentadora Ana Paula Padrão: "O peixe morre pela boca".