Janaína Krauskopf está recebendo ameaças e mensagens de ódio, após ela ser um dos motivos que pode ter explicado o fato da União do Parque Curicica ter sido rebaixada. Tudo ocorreu porque a musa perdeu o tapa-sexo, uma borboletinha, enquanto dançava em pela Marquês de Sapucaí. Antes de iniciar a apuração dos desfiles das escolas de samba da Série A do #Carnaval do Rio de Janeiro, Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj) comunicou que Janaína fez a escola perder um décimo. Em uma Carnaval tão disputado, cada décimo conta muito. O motivo, segundo o comunicado lido pelos comunicadores da Lierj, é que uma integrante da escola mostrou sua genitália.

Já não bastasse a culpa inicial de fazer a escola perder um décimo, Janaína ainda teve que ouvir que ela foi rebaixada.

Publicidade
Publicidade

Com isso, no ano que vem, a Curicica desfilará no grupo B do Carnaval do Rio de Janeiro. Segundo informações do site EGO, especializado em celebridades, a escola do Rio de Janeiro ainda foi penalizada em outros itens, como adereços e fantasias. Mesmo se ela não tivesse perdido o décimo tirado por conta da borboletinha perdida, a agremiação seria rebaixada.

"A punição de um décimo que a Liga nos imputou não foi decisiva para o rebaixamento, mas, mesmo assim, questiono isso porque o regulamento diz que a desfilante tem que entrar com tapa-sexo na Avenida", revelou Vanderson Sodré, que dirige a escola punida nesse Carnaval. Ele ainda informa que, por motivos de segurança, a escola fotografa quem usa tapa-sexo, pois o regulamento diz que é necessário "entrar" na avenida com ele, mas não fala nada em ficar.

Publicidade

Ou seja, o sumiço da Borboleta, na visão do diretor da Curirica, não deveria punir a escola. Mesmo assim, ele lembrou que a agremiação é muito nova e que com vinte e quatro anos de história conseguiu fazer o seu papel.

Em entrevista ao EGO, Janaína disse que é atriz e que tentou sambar para o lado onde os jurados não ficam. Mesmo assim, de acordo com ela, os olhares das pessoas que estavam vendo o desfile eram de "choque".