O desfile das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro, que aconteceu nas madrugadas de domingo para segunda e de segunda para terça-feira (28), foi marcado por acidentes que deixaram 32 feridos. Mesmo diante dos ocorridos, a menor nota dada a uma escola foi o 9,6, que a Paraíso do Tuiuti recebeu no quesito comissão de frente.

Na noite de domingo, a Tuiuti foi a primeira escola a desfilar na Marquês de Sapucaí e um de seus carros feriu 20 pessoas ainda na concentração do desfile. O carro alegórico seguiu até o final do desfile. No quesito alegorias e adereços, a escola perdeu 0,5 pontos e fechou com 29,5.

O caso da Unidos da Tijuca chama ainda mais a atenção de todos.

Publicidade
Publicidade

Uma parte de um dos carros desabou e feriu 12 pessoas. Com a alegoria destroçada, a escola foi até o final do desfile e perdeu a mesma quantidade de pontos da Tuiuti: meio ponto.

No Twitter, internautas criticaram o 10 que a Tijuca tirou em harmonia. “Dez em Harmonia pra Tijuca, com um carro desmoronando e todo mundo gritando desesperado. Foi bem harmônico mesmo”, comentou.

Outras situações

A Mangueira, por exemplo, perdeu apenas um décimo no quesito evolução, fechando com 29,9 pontos de 30 possíveis, mas internautas postaram imagem do desfile da Estação Primeira em que há um buraco imenso na avenida.

Publicidade

As críticas às notas dos jurados são corriqueiras ano após ano depois de cada apuração. Mas este ano, devido aos acidentes que aconteceram com algumas escolas, ficou mais evidente a questão das notas mal dadas.

Semanas após a apuração, serão divulgadas as notas com as justificativas feitas por cada jurado. A análise destes papéis dará para saber porque, por exemplo, a Unidos da Tijuca tirou uma nota 10 em harmonia.

Será possível saber, também, porque a Mangueira foi bem em evolução, na contramão da foto que mostra um buraco imenso do desfile da escola mais conhecida do #Carnaval carioca.

De qualquer forma, é estranho que desfiles que deixaram 32 feridos tenham notas tão altas como as conhecidas pelas escolas do Rio de Janeiro. São apenas quatro décimos entre a maior nota, 10, e a menor delas, 9,6.

Confira mais criticas aos jurados

#apuração rj