Após semanas de negociação, o SBT, Record e a RedeTV! anunciaram que, oficialmente, não estarão na grade de programação de algumas operadoras de TV por assinatura. A saída acontecerá na mesma data do desligamento do sinal analógico do Estado de São Paulo, 29 de março.

As táticas de negociação ocorrem desde o final de janeiro quando a Simba, joint venture formada pelas três emissoras, se mostrou disposta a sair das operadoras de TV por assinatura Claro, Sky, Net e Embratel. A razão seria o não pagamento pelos sinais HD e, segundo a Simba, acontece com o sinal disponibilizado pela Globo. Somando, cerca de 18,5 milhões de assinantes vão perder as emissoras.

Publicidade
Publicidade

Entre as tentativas de permanecerem ganhando com operadoras de TV paga, a joint venture estaria planejando um canal próprio, para, assim, conseguir passar algumas conteúdos próprios. A Rede TV!, por ser a mais nova entre as três, teria menos espaço na programação, que teria programas esportivos, série e filmes estrangeiras, produtos antigos (ao estilo que acontece com o canal Viva, dá Globosat) e conteúdos jornalísticos. A joint venture também pretende comprar novos formatos e, assim, conseguir disponibilizar tudo através de serviço on-demand, dispositivo móveis e pela TV por assinatura.

Netflix

O SBT e a Record também pretendem colocar mais conteúdos no serviço por streaming Netflix. Entre as novelas já disponibilizadas pelas emissoras estão "Carrossel" - e os dois filmes lançados após o término das novela, "Carrossel: O filme" e " Carrossel e o sequestro de Maria Joaquina", "Chiquititas" e o sucesso bíblico "Os Dez Mandamentos".

Publicidade

Além deste tipo de conteúdo, produtos jornalísticos também seriam aproveitados pela Netflix.

As emissoras, entretanto, não descartam a possibilidade de negociar com outros serviços de streaming, como a Amazon prime, que chegou recentemente ao Brasil. Nenhuma das plataformas se manifestou até o momento sobre a possibilidade do SBT e da Record trazerem produtos próprios para o catálogo disponível por elas. #Televisão